Houve pelo menos quatro atiradores e mais de 100 disparos no tiroteio registrado na madrugada de domingo (9), durante uma festa de bairro que acontecia no sudeste de DC. Os detalhes foram divulgados pelo chefe de polícia, Peter Newsham, nessa segunda-feira (10).

“A investigação preliminar revelou que mais de 100 tiros foram disparados no local. Havia vários atiradores que atiraram simultaneamente. Acreditamos que houve pelo menos quatro ou talvez mais”, detalhou.

O tiroteio deixou Christopher Brown, de 17 anos, morto e pelo menos mais 20 pessoas feridas. “Houve 12 vítimas femininas, nove vítimas masculinas. Não consigo me lembrar de uma situação em que tenhamos tantas pessoas feridas por tiros em um incidente em minha carreira”, destacou Newsham. Entre os feridos está uma policial que estava de folga. Ela levou um tiro no pescoço e ainda está hospitalizada.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Segundo o chefe de polícia, o tiroteio pode ter sido causado por uma disputa pessoal, mas os motivos ainda estão sob investigação. Uma arma foi recuperada no local. Ele acrescentou que estava orgulhoso da forma como os oficiais responderam, mas preocupado com o fato de um evento desse tamanho ter sido organizado – conforme testemunhas, havia centenas de pessoas na festa.

“Os policiais que estavam lá responderam de uma maneira que eu diria que foi heroica. Quando houve os disparos, os policiais correram em direção aos tiros. No entanto, estou muito preocupado que uma reunião desse tamanho foi capaz de se acumular sem que nossos gerentes no 6º Distrito pudessem evitar isso. Então, vamos ver se isso poderia ter sido feito de uma maneira melhor”, comentou. As restrições devido à Covid-19 de DC proíbem encontros públicos de mais de 50 pessoas.

(Com informações de WTop)

Publicidade
Curso de inglês