A família de Madeleine McCann, menina britânica desaparecida aos três anos, está buscando respostas no caso, depois que um suspeito principal foi identificado na Alemanha e, como as autoridades locais disseram nesta quinta-feira (4), acreditam que ela está morta. A garotinha sumiu do quarto de hotel em que dormia em maio de 2007, enquanto estava de férias com a família em Portugal.

As autoridades britânicas e alemãs não deram o nome ao suspeito, mas disseram que ele tem 43 anos e atualmente está preso na Alemanha por outro crime. O suspeito estava na área da praia da Luz, na costa do Algarve, na época em que a criança desapareceu.

Embora numerosos suspeitos tenham surgido no caso anteriormente, incluindo os pais, o porta-voz da família McCann, Clarence Mitchell, disse que parece que há algo diferente desta vez.

“Em mais de 13 anos trabalhando com a família, não me lembro de a polícia ser tão específica sobre um indivíduo. Ele não está sendo nomeado e a polícia é bastante inflexível de que não fará isso, certamente ainda não, mas eles têm detalhes muito específicos sobre seu movimento em 2007, como os telefonemas que o suspeito recebeu na noite anterior ao desaparecimento e o fato de ele ter alterado o registro de seu carro no dia seguinte”, aponta.

Hans Christian Wolters, um promotor em Braunschweig, Alemanha, disse a repórteres que os investigadores estão operando com a suposição de que a menina está morta. “Em conexão com o desaparecimento da britânica Madeleine Beth McCann, de três anos de idade, em 3 de maio de 2007, de um complexo de apartamentos na Praia da Luz em Portugal, os promotores de Braunschweig estão investigando um cidadão alemão de 43 anos, sob suspeita de assassinato”, informou.

A polícia disse que o suspeito, descrito como branco, com cabelos loiros curtos e corpo esbelto, estava ligado a uma caravana vista no Algarve em 2007 e que se acredita estivesse na área do resort nos dias anteriores e posteriores a 3 de maio daquele ano.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Christian Hoppe, do Departamento Federal de Polícia Criminal da Alemanha, disse à emissora pública alemã ZDF que o suspeito, um cidadão alemão, está atualmente preso por um crime sexual. Ele passou vários anos em Portugal e tem duas condenações anteriores por “contato sexual com meninas”. Segundo Hoppe, a polícia alemã não descarta um motivo sexual para o crime contra Madeleine.

Comoção

O caso de longa data de Madeleine McCann, que desapareceu pouco antes de seu quarto aniversário, hipnotizou a Grã-Bretanha por anos. Seus pais dizem que ela desapareceu depois que a deixaram e seus irmãos gêmeos dormindo em seu complexo de férias, enquanto jantavam com amigos em um restaurante próximo.

Mais de 600 pessoas foram identificadas como potencialmente significativas, mas os policiais foram informados sobre o suspeito alemão após um apelo em 2017, dez anos após a menina desaparecer.

A família ainda acredita que ela possa estar viva. “Eles continuam esperançosos. Nunca desistiram dessa esperança, nem desistirão, até que recebam qualquer evidência incontestável do contrário. Mas eles dizem que, apesar de tudo, seja qual for o resultado dessa linha de investigação em particular, eles precisam saber o que aconteceu para encontrar a paz”, afirma o porta-voz.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes