A polícia do Condado de Prince George, Maryland, prendeu um homem que, segundo as investigações, disparou várias vezes contra uma casa no final do dia de Ano Novo, matando uma mulher de 56 anos sentada à mesa da cozinha. Sammie Warren, 23, de Bowie, Maryland, é acusado de assassinato em primeiro grau, agressão e várias ofensas de armas de fogo na morte de Filomena Vazquez, em 1º de janeiro.

Em uma entrevista coletiva nessa segunda-feira (6), o chefe de polícia do condado, Hank Stawinski, afirmou que o tiroteio surgiu de uma disputa entre o filho da vítima e Warren sobre a venda de um carro usado.

“Este é um ato inútil de violência cometido em uma mulher inocente que passou o dia –

o Ano Novo – comemorando com o marido e a família. Esse tipo de conduta é simplesmente horrível”, declarou Stawinski.

Conforme o chefe de polícia, uma Bíblia aberta foi encontrada na mesa da cozinha, onde a mulher estava sentada. Ele acredita que ela estava tendo um momento tranquilo de reflexão, depois de um feriado comemorando com sua família. quando foi baleada e morta.

Desavença

De acordo com a polícia, o motivo do tiroteio foi uma disputa sobre um carro usado que o filho de 29 anos de Filomena havia vendido a Warren na véspera de Natal através de um aplicativo chamado OfferUp. Após a venda, Warren ficou chateado com as condições do carro e exigiu um reembolso. Depois que suas exigências foram negadas, ele passou a ameaçar a família.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Eram cerca de 23h30min do dia 1º de janeiro quando Warren caminhou até a frente da casa de Filomena, no quarteirão 7400 da Varnum Street, e atirou contra uma janela, uma parede e um veículo. A mulher foi atingida por vários disparos e morreu no local.

“Ele simplesmente aparece e começa a atirar arbitrariamente na casa. E isso poderia ter sido muito pior. Havia várias crianças naquela casa que poderiam ter sido feridas ou mortas”, comentou Stawinski.

Prisão

Depois de identificar Warren como suspeito, a polícia o seguiu até sua casa em Kenhill Drive, em Bowie. Quando os policiais apareceram com um mandado de busca, os policiais o viram pegar uma arma e correr para os fundos da casa.

Após ignorar repetidamente os comandos e resistir à prisão, o suspeito foi abordado pelos oficiais e sofreu um pequeno ferimento na cabeça. Warren está detido sem fiança no departamento de correções do condado.

Homicídio é motivado por desavença em venda de carro 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Com informações de WTop)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes