Dois estudantes da Virgínia foram esfaqueados na noite de terça-feira (20), enquanto tentavam proteger o técnico da equipe de futebol do colégio. O pai de outro aluno da escola particular é o autor do ataque, segundo autoridades e funcionários. A polícia de Chesterfield acusou Turon M. Savoy, 46 anos, pelas agressões.

Os dois jogadores da Life Christian Academy, com idades entre 17 e 18 anos, tiveram feridas de perfuração e laceração no rosto e no peito, sem ameaça à vida.

O administrador da escola, Mike Cherry, disse que o time de futebol americano estava treinando na Carver Middle School quando um aluno do segundo ano foi desligado da equipe como medida disciplinar – o motivo da dispensa não foi divulgado.

Publicidade

O chefe de polícia de Chesterfield, Jeffrey Katz, relata que o estudante voltou com Savoy e outros membros da família e tentou agredir o treinador. Nesse momento, os dois adolescentes intervieram e foram esfaqueados repetidamente. O agressor fugiu do local, mas acabou capturado mais tarde, sem incidentes.

Segundo Cherry, o aluno do segundo ano foi expulso da escola. O colégio também está fornecendo conselheiros para os estudantes que testemunharam o incidente.

(Com informações de Virginian Pilot)

Publicidade