O governo estadual, em parceria com pesquisadores do Instituto de Biocomplexidade da Universidade da Virgínia e da organização sem fins lucrativos RAND Corporation, divulgaram nessa segunda-feira (13) um estudo sobre a contaminação por coronavírus, a partir das medidas de mitigação adotadas no estado por conta da pandemia de Covid-19.

Os modelos atuais apresentados durante uma coletiva de imprensa mostram que os esforços de distanciamento social, a partir de meados de março, interromperam o crescimento da epidemia no estado. Embora os dados e os testes permaneçam limitados, as tendências atuais sugerem que a capacidade de leitos hospitalares na Virgínia será suficiente no futuro imediato.

“Estamos orgulhosos de trabalhar com algumas das principais mentes do país nessas projeções. Embora os dados sejam limitados, podemos tirar algumas conclusões importantes”, declarou o governador Ralph Northam.

Ele enumerou os pontos demonstrados pelo estudo. “Primeiro, o distanciamento social é importante e está funcionando na Virgínia. Segundo, enquanto continuamos a trabalhar em estreita colaboração com nossos sistemas hospitalares e outros parceiros de saúde para nos prepararmos para um possível aumento em casos agudos, estamos otimistas quanto à capacidade de leitos hospitalares em todo o estado. Por fim, está claro que precisamos ser responsáveis ​​sobre a maneira como diminuímos as restrições, a fim de manter os virginianos seguros e proteger a saúde pública”.

O secretário de Saúde e Recursos Humanos, Daniel Carey, conta que as medidas foram tomadas com fundamento em ciência, conhecimento em saúde pública e dados. “Esses modelos mudam todos os dias, mas podemos usar vários modelos para ajudar a informar uma série de resultados que podemos enfrentar, para garantir que a Virgínia esteja pronta para todos os cenários possíveis. Como todos os outros estados e muitos outros países, estamos nos preparando para seguir em frente de uma maneira que não provoque outro surto médico”, pontua.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

Avaliação

“Atualmente, parece que a Comunidade da Virgínia está acompanhando o cenário de pausa, o que significa que os residentes estão fazendo um excelente trabalho de mitigação”, avalia Bryan Lewis, professor associado de pesquisa da divisão de ciência de sistemas de rede e computação avançada para o Instituto.

“Mesmo sem projeções perfeitas, podemos tirar conclusões com confiança. Sabemos que o distanciamento social está funcionando e o levantamento de restrições muito cedo pode levar a um segundo surto. Continuaremos a melhorar nossos modelos à medida que mais dados estiverem disponíveis”, projeta.

Conclusões

– Os atuais esforços de distanciamento social a partir de 15 de março interromperam o crescimento da epidemia na Comunidade da Virgínia. Nesse cenário, o crescimento “em pausa” significa que a taxa de novos casos está se mantendo estável, em vez de aumentar.

– As tendências atuais sugerem que a capacidade de leitos hospitalares em todo o estado da Virgínia será suficiente em um futuro próximo.

– O levantamento das restrições de distanciamento social muito cedo pode levar rapidamente a uma segunda onda.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes