A Virginia vai usar US$ 22 milhões em recursos da Lei Cares para criar um programa estadual de vacinação contra a Covid-19 quando o imunizante for aprovado para uso público. O esboço do plano já foi submetido aos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), assim como já ocorreu em Maryland.

Várias empresas estão trabalhando para criar vacinas contra o cornavírus, que devem ser finalizadas e aprovadas para distribuição nos próximos meses. Um programa de vacinação em massa como esse requer um planejamento antecipado significativo para a compra de equipamentos, apoio para distritos de saúde locais, equipe para administrar o programa, armazenamento de suprimentos médicos e comunicação com o público.

“Esperamos o dia em que uma vacina segura para Covid-19 esteja disponível para uso público, para que possamos nos aproximar de uma vida normal. Queremos estar prontos para ajudar os virginianos a obter a vacina da forma mais rápida, eficiente e segura possível”, diz o governador Ralph Northam.

Publicidade

Os recursos vão viabilizar a preparação do Departamento de Saúde da Virgínia, de modo que a distribuição ocorra mais facilmente quando as doses estiverem disponíveis. “Incentivo os virginianos a tomarem essa vacina quando for possível, pois essa é a nossa melhor maneira de acabar com esta pandemia”, considera Northam, que é médico.

O estado ainda buscará outras fontes de recurso para continuar a apoiar o programa de vacinação em 2021. O Departamento de Saúde da Virgínia estima que programa custará aproximadamente US$ 120 milhões.

Publicidade