Em meio à pandemia de coronavírus, as agências federais da área de DMV abrirão nesta segunda-feira (16) com flexibilidades máximas de teletrabalho para todos os funcionários que possam trabalhar de casa, de acordo com a orientação dos chefes das agências, segundo o Escritório de Gerenciamento de Pessoal.

O anúncio ocorreu logo após os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomendar que reuniões de 50 ou mais pessoas nos Estados Unidos fossem canceladas e adiadas nas próximas oito semanas por causa do vírus.

Nesse domingo (15), as autoridades locais anunciaram mais fechamentos, preocupações com uma seção do sudeste da Virgínia e diretrizes firmes para bares, restaurantes e boates em DC.

Na tarde de domingo, o número de casos confirmados em Maryland era de 31 (com um novo caso no Condado de Howard levando a 32); na Virgínia, 45; e em Washington, DC, o número era de 16.

Maryland

À medida que mais governos estaduais e locais consideram como melhor lidar com suas tarefas durante a disseminação do coronavírus, a Assembleia Geral de Maryland anunciou no domingo que encerraria sua sessão atual na quarta-feira, 18 de março, antes de voltar para uma sessão especial na última semana de maio.

O executivo do Condado de Howard, Calvin Ball, anunciou o primeiro caso local na tarde de domingo e assinou uma ordem declarando estado de emergência. A oficial de saúde do condado, Maura Rossman, detalhou que a paciente é uma mulher de 82 anos de idade com um problema de saúde subjacente que está em um hospital.

O Departamento de Saúde de Maryland divulgou mais tarde em comunicado que a mulher mora no asilo Lorien Elkridge. O chefe interino dos Bombeiros, Bill Anuszewski, disse que seis socorristas foram expostos ao vírus, estão em quarentena e estão indo bem.

Sob as ordens de Ball, The Mall of Columbia, os cinemas e os restaurantes sem uma entrada externa separada estarão fechados por pelo menos sete dias. As lojas de Savage Mill e os cinemas Regal Snowden Square e AMC Columbia também fecharão.

Ball anunciou na sexta-feira (13) que as reuniões e eventos do governo do Condado de Howard seriam limitados por 45 dias, e que todos os trabalhadores do condado que podem teletrabalhar devem começar a fazê-lo nesta segunda-feira (16).

Fechamentos

O governador de Maryland, Larry Hogan, anunciou domingo à tarde que ordenou o fechamento de todos os cassinos, pistas de corrida e instalações de transmissão simultânea por tempo indeterminado.

A lista de instalações que serão fechadas inclui o MGM National Harbor em Oxon Hill e o Live! Cassino e hotel em Hannover. A medida vai durar até que o estado de emergência de Maryland seja cancelado.

Na tarde de domingo, os Institutos Nacionais de Saúde emitiram uma notificação de que um funcionário havia testado positivo para Covid-19. O funcionário, no entanto, não está envolvido no atendimento ao paciente e não apresentou nenhum sintoma enquanto trabalhava no Instituto Nacional de Artrite e Doenças Musculoesqueléticas e de Pele.

Na noite de sábado (14), o prefeito Bernard Young anunciou que um homem de 60 anos foi o primeiro caso de coronavírus confirmado na cidade de Baltimore.

Publicidade

DC

O Departamento de Saúde de DC esclareceu no domingo sobre ações que os restaurantes, bares, boates e instalações multiuso devem tomar para cumprir as regras para proibir reuniões de massa.

Também no distrito, o sistema judicial anunciou domingo que limitará suas operações. Novos julgamentos de júri em processos criminais estão adiados ​​até pelo menos 30 de março, conforme o tribunal, e qualquer pessoa que solicite o dever de júri entre 16 e 27 de março não deverá comparecer ao tribunal.

Todas as remoções estão suspensas e todas as ordens de afastamento e ordens de proteção relacionadas a casos de violência doméstica serão estendidas até 1º de maio.

A prefeita Muriel Bowser disse no sábado que houve mais seis casos confirmados, elevando o total para 16 casos positivos no distrito.

Com as notícias de domingo, o número total de casos de coronavírus no distrito, Maryland e Virgínia agora está próximo de 100. Todas as três jurisdições declararam estado de emergência.

Quase todas as escolas da área foram fechadas, quando os sistemas escolares se preparam para mudar para o ensino a distância e muitos locais suspenderam todas as atividades.

Virginia

No condado de Fairfax, o sistema escolar havia anunciado um fechamento anteriormente, entre 16 de março e 10 de abril. No entanto, o sistema havia dito originalmente que permitiria que os estudantes fossem aos edifícios nesta segunda-feira para coletar itens essenciais. A partir de domingo, isso foi rescindido e uma distribuição de laptop agendada para 16 de março foi adiada.

O governador da Virgínia, Ralph Northam, está particularmente preocupado com a parte do sudeste do estado, conhecida como Península, que inclui cidades como Newport News, Hampton e Williamsburg, onde houve uma concentração de casos, incluindo a localização da primeira morte, anunciada no sábado.

Ele observou que o estado está proibindo eventos que incluem 100 pessoas ou mais e, na região da Península, incentivou as pessoas a evitar reuniões públicas de todos os tipos e suspender a ida a igrejas, bares e restaurantes.

Também na manhã de domingo, o Departamento de Saúde de Alexandria confirmou seu segundo caso. O residente afetado participou de uma conferência em DC em 25 de fevereiro e entrou em contato com alguém que mais tarde confirmou ter o Covid-19. Depois de começar a se sentir mal, o morador de Alexandria, que ficou em quarentena, recebeu tratamento e avaliação e agora se recupera em casa.

Uma das pessoas que deu positivo no Condado de Fairfax leciona na Lynbrook Elementary School. É o primeiro caso confirmado envolvendo funcionários das escolas públicas do condado. As autoridades de saúde disseram que ele pegou a doença de uma fonte desconhecida. O Condado de Fairfax teve o maior número de casos confirmados na Virgínia, com dez.

(Com informações de WTop)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas