A partir das 7 horas deste sábado (18), será obrigatório o uso de máscaras faciais a pessoas que estiverem em qualquer estabelecimento de varejo ou em qualquer forma de transporte público em Maryland. A determinação consta de uma nova ordem executiva assinada pelo governador Larry Hogan, no enfrentamento à pandemia de coronavírus. Medidas semelhantes já estavam em vigor em alguns locais do estado.

A ordem também exige que todos os locais de varejo imponham o uso de coberturas de rosto aos funcionários e que essas empresas implementem medidas de distanciamento social apropriadas. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) emitiu orientações e instruções detalhadas sobre revestimentos de rosto de pano caseiro, que podem ser encontradas neste link.

Todos os passageiros e operadores de qualquer transporte público devem usar as máscaras, excluindo funcionários que fiquem em compartimento separado, sem contato com os usuários.

Crianças com mais de nove anos de idade precisarão usar a cobertura facial enquanto estiverem dentro da área fechada de qualquer estabelecimento de varejo ou serviço de alimentos. Clientes adultos que acompanham crianças de dois a nove anos devem usar esforços razoáveis ​​para fazer com que essas crianças usem coberturas faciais enquanto dentro da área fechada de qualquer estabelecimento de varejo ou serviço de alimentos.

Todos os estabelecimentos de varejo precisam de pessoal, e esses funcionários devem ter revestimentos faciais enquanto trabalham em áreas abertas ao público em geral e áreas em que é provável a interação com outros funcionários. A medida estende-se ao pessoal de entrega.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Os revestimentos faciais de uso único devem ser descartados adequadamente nos recipientes de lixo. E todos os revestimentos faciais reutilizáveis precisam ​​ser limpos com frequência (pelo menos uma vez por dia).

Distanciamento físico

Todos os estabelecimentos de varejo devem, onde se espera a formação de qualquer fila, sinalizar o espaçamento de pelo menos seis pés (1,5 metro) entre uma pessoa e outra.

Também devem desinfetar ou fornecer aos clientes um meio de higienizar as alças dos carrinhos e cestas de compra; fornecer aos funcionários e clientes banheiros limpos e com sabão ou desinfetante disponível, além de permitir que a equipe lave as mãos pelo menos uma vez a cada 30 minutos; e colocar placas em cada entrada informando os clientes sobre a necessidade de uso de coberturas faciais.

Uma pessoa que consciente e intencionalmente violar a ordem será culpada de contravenção e por condenação estará sujeita a prisão de até um ano e multa de até US$ 5 mil ou ambos.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas