O governador da Virginia, Ralph Northam, foi liberado pelas autoridades de saúde para deixar o isolamento e voltar ao trabalho nessa terça-feira (13). O governador agradeceu aos virginianos por suas orações e votos de boa sorte enquanto ele e a primeira-dama, Pamela Northam, se recuperavam de Covid-19.

Sob orientação de saúde dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, os indivíduos com teste positivo geralmente podem interromper o isolamento após dez dias e a resolução dos sintomas. Nenhuma das 65 pessoas identificadas como contatos próximos do governador tiveram teste positivo para o vírus, segundo o Departamento de Saúde do estado.

“Quando aquele teste dá positivo, é assustador. Este é um vírus perigoso. É muito contagioso e teimoso. É muito fácil pensar: ‘oh, isso nunca vai acontecer comigo’. Mas pode”, ressalta Northam.

Publicidade
CCA idiomas

Ele pediu à população que continue levando a sério o risco de contrair a doença e adotando as medidas de prevenção. “Continue a cumprir as orientações de saúde pública – lavar as mãos, usar máscaras e evitar multidões. Esta é uma maratona, não uma corrida, e sei que todos estão frustrados. Mas não estamos fora de perigo. Estamos nisso juntos, e isso significa que devemos agir para proteger não apenas a nós mesmos, mas uns aos outros”, reiterou.

Na noite de 23 de setembro, Northam e a esposa foram notificados de que um membro da equipe oficial da residência do governador desenvolveu sintomas e, posteriormente, testou positivo para Covid-19. Tanto o governador quanto a primeira-dama receberam testes PCR no dia seguinte e ambos deram positivo.

Também diagnosticado com coronavírus, o presidente norte-americano, Donald Trump, chegou a ficar internado por três dias em um hospital militar de Maryland, de onde recebeu alta na semana passada para continuar a recuperação na Casa Branca. Trump inclusive já retomou os compromissos de campanha.

Publicidade