As fotos de Ocean City, em Maryland, durante o feriadão do Memorial Day foram chocantes para muitos, devido ao desrespeito às normas de segurança impostas para evitar a contaminação por coronavírus. Multidões de banhistas lotavam o calçadão icônico da cidade, mas poucos usavam máscaras e muitos pareciam estar mais próximos do que a distância física recomendada.

Lauri Dixon estava lá. “O que me surpreendeu foi a quantidade de pessoas que não usavam máscaras ou não tinham distanciamento social. Eu entendo as pessoas que querem sair. Mas eles precisam fazer distanciamento físico e usar suas máscaras”, reitera a moradora de Edgewater.

Enquanto Maryland e outros estados dão passos contínuos em direção à reabertura, a realidade de como isso acontece nas praias, calçadões e outros destinos turísticos está causando preocupação entre alguns moradores e autoridades de saúde pública. De Ocean City à Flórida, de Ozarks a Delaware, o primeiro Memorial Day da era Covid-19 ocorreu de maneira diferente nas jurisdições.

Para Lauri, a euforia habitual pela ida à praia se transformou em momentos de ansiedade no último fim de semana, pelo mar de banhistas que lotavam o calçadão de Ocean City sem medidas de proteção durante esta pandemia global. “Eu definitivamente senti um pouco de apreensão e um pouco de hesitação e me afastei deles”, conta.

Não era só no calçadão. Ela notou imediatamente a falta de máscaras faciais em seu condomínio, onde existem regras que exigem que as pessoas usem máscaras e pratiquem distanciamento – principalmente no elevador, onde não é permitido mais de uma pessoa por vez.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

“Houve duas vezes que, assim que saí da minha unidade, eles não estavam usando máscaras. Isso para mim é muito frustrante. Isso cria alguma ansiedade. Você não sabe quem eles são ou onde estiveram”, pondera.

Lauri é favorável à aplicação de multas a pessoas que violam ordens de distanciamento social e para aqueles que não usam máscaras. “Mas como você vai ter polícia em todos os lugares? Você gostaria de regular o senso comum. Mas você não pode”, constata.

Uma câmera ao vivo do calçadão e da praia no domingo (24) e segunda-feira (25) mostrou uma presença mais calma e escassa em comparação com o que Lauri Dixon observou no sábado (23). Ela atribuiu a diminuição no Memorial Day e no domingo a céu nublado e temperaturas mais baixas.

(Com informações de Baltimore Sun)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes