Maryland está aumentando sua resposta ao surto de coronavírus, incluindo o fechamento de todas as escolas públicas e a proibição de reuniões públicas que envolvam 250 pessoas ou mais. As medidas foram anunciadas pelo governador Larry Hogan nessa quinta-feira (12).

As aulas estarão suspensas a partir de segunda-feira (16) e só devem ser retomadas em 27 de março, a fim de retardar a propagação do vírus. Enquanto as escolas estiverem fechadas, todos os prédios e ônibus escolares públicos serão limpos e desinfetados, conforme Karen Salmon, superintendente estadual de Escolas. Ela também recomenda que os dias previamente agendados para as férias da primavera sejam usados ​​durante este recesso forçado.

O superintendente de Escolas Públicas do Condado de Montgomery, Jack Smith, informou que seu escritório entrará em contato com a comunidade escolar sobre os dias de parada.

Porto fechado

O governador disse que está ativando a Guarda Nacional, ordenando que todos os funcionários não essenciais do governo estadual trabalhem em casa e fechem o porto de Baltimore para navios de cruzeiro de passageiros. “Esta é uma emergência de saúde pública”, declarou a vice-secretária de Saúde, Fran Phillips.

O anúncio de Hogan ocorreu depois que as autoridades anunciaram o primeiro caso conhecido de um paciente infectado com coronavírus através do que é conhecido como transmissão comunitária.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Um homem do condado de Prince George, na casa dos 60 anos, que deu positivo para Covid-19, a doença causada pelo vírus, não tinha viagens ou contatos internacionais conhecidos com outras pessoas infectadas, segundo as autoridades. Ele está atualmente hospitalizado. Com a disseminação da doença pela comunidade, Hogan estima que o número de novos casos “aumente dramática e rapidamente”.

Mais ações

Outras ações anunciadas pelo governador incluem o fechamento de centros de atividades para idosos, prorrogação das datas de vencimento de todas as licenças e autorizações – incluindo carteiras de motoristas, veículos e licenças profissionais –, adoção de novas políticas de visitação nos hospitais e suspensão de todas as visitas às prisões.

Até o momento, 12 pessoas em Maryland testaram positivo para o vírus. Todos os outros casos – incluindo três anteriores no Condado de Prince George – foram relacionados a viagens recentes dos pacientes.

(Com informações de WTop)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes