Os residentes de casas de repouso são responsáveis ​​por quase um em cada dez casos de coronavírus registrados nos Estados Unidos e representam mais de um quarto das mortes, de acordo com uma análise da Associated Press de dados do governo divulgados nessa quinta-feira (18).

À medida que a coleta de dados federais se torna mais robusta, surge uma imagem mais clara dos estragos do Covid-19 nos lares de idosos. Cerca de 1,4 milhão de pessoas idosas e clinicamente frágeis vivem em tais instalações, uma pequena parcela da população americana que suportou um fardo esmagador da pandemia. A maioria dos moradores está reclusa desde o início de março, isolada de familiares e amigos, mesmo na morte.

A análise de dados da AP dos Centros de Serviços Medicare e Medicaid (CMS) constatou que quase metade dos mais de 15 mil lares de idosos relataram casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 a partir de 7 de junho. Cerca de uma em cada cinco instalações – ou 21% – relatou mortes.

Em todo o país, as casas de repouso relataram quase 179 mil casos suspeitos ou confirmados entre residentes e 29.497 mortes. Os números mais recentes incluem cerca de 95% dos lares de idosos.

No início desta semana, um painel especial da Câmara sobre a pandemia de coronavírus lançou uma investigação sobre a crise nos lares de idosos. As vulnerabilidades são muitas. Os residentes moram em locais fechados, geralmente dois a um quarto antes da pandemia. Eles compartilham áreas de refeições e recreação e academias de fisioterapia. Muitos assessores trabalham em várias instalações, podendo transportar o vírus inconscientemente de uma casa de repouso para outra.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Culpados

Os legisladores estão preocupados “com a negligência da supervisão dos Centros de Serviços Medicare e Medicaid e com o fracasso do governo federal em fornecer material de teste e equipamento de proteção individual para asilos e instalações de cuidados prolongados, que podem ter contribuído para a disseminação do coronavírus”, afirmou o presidente do comitê, James Clyburn.

Mas a chefe do CMS, Seema Verma, disse que “tentar apontar e culpar o governo federal é absolutamente ridículo”. Ela sustenta que os lares de idosos com avaliações ruins no controle de infecções têm maior probabilidade de ter um grande número de casos, uma alegação que os pesquisadores acadêmicos dizem que não foram capazes de comprovar.

Os legisladores republicanos também culparam alguns governadores democratas que emitiram ordens exigindo que as casas de repouso tomem pacientes em recuperação de coronavírus.

Mesmo antes da pandemia de coronavírus, muitos lares de idosos tinham problemas “persistentes” com o controle de infecções, de acordo com um relatório recente do Government Accountability Office, uma agência de vigilância do Congresso.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade
CCA idiomas