Maryland registrou 190 casos de COVID-19 no estado na manhã de 21 de março. Um aumento noturno de 41 casos. Além do aumento de casos confirmado, Maryland registrou a segunda morte por coronavírus no estado: um homem de 60 anos, do condado de Baltimore, que sofria de condições médicas subjacentes. “Um segundo Marylander perdeu a vida como resultado da pandemia de coronavírus”, disse o governador Larry Hogan. “Em nome de todo o nosso estado, enviamos nossas sinceras condolências à sua família e a todos que o amavam. Como o número de casos positivos em Maryland continua a aumentar drasticamente, precisamos que todos levem isso a sério. Esta é uma crise de saúde pública como nada que já enfrentamos antes. Estamos todos juntos nisso, e vamos superar isso juntos”, disse Hogan.

O governador lembrou ainda que a primeira morte do estado também foi um homem na casa dos 60 anos, do condado de Prince George, que não tinha histórico de viagens conhecido e pode ter contraído o vírus por transmissão comunitária.

De acordo com o governador, dentre os infectados está uma menina de 5 anos de idade do condado de Howard, que testou positivo para coronavírus, juntamente com uma criança e um adolescente. “Nenhum dos casos de crianças menores de 18 anos está atualmente hospitalizado, e dois terços dos nossos casos têm entre 18 e 64 anos”, revela Hogan.

Transporte público fechado

Hogan anunciou que todo o transporte público está sendo fechado para todos, exceto trabalhadores essenciais. Segundo o governador, o Departamento de Transportes de Maryland agora está restringindo o Terminal da BWI a apenas passageiros com bilhete e funcionários do aeroporto. “Peço que continuemos orando um pelo outro, por nosso estado e por nossa nação enquanto enfrentamos esta crise juntos”, pediu Hogan em comunicado. “Precisamos usar todos os recursos possíveis em todos os níveis do governo para salvar vidas e manter as pessoas seguras”, acrescentou.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

O governador assinou uma ordem executiva para permitir que os caminhões excedam seu limite de peso para fornecer melhor suprimentos às áreas afetadas. Ele também pede aos moradores que evitem viagens desnecessárias, fiquem em casa se estiverem doentes e compartilhem com os vizinhos para reduzir a compra de pânico.

O estado recebeu oficialmente a designação da Administração de Pequenas Empresas dos EUA por seu programa de Empréstimo por Desastre por Lesões Econômicas (EIDL), que fornece empréstimos federais por desastre com juros baixos para pequenas empresas afetadas por coronavírus.

 

(Com informações de WUSA9)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes