A capital americana e sua área circundante foram arrastadas no fim de semana para o surto de coronavírus, quando um líder sênior de uma importante igreja episcopal em Washington, DC, foi identificado como a primeira pessoa na cidade a ser positiva para o vírus.

O reverendo Timothy Cole, reitor da Igreja de Cristo em Georgetown, estava em condições estáveis ​​depois de ser hospitalizado no sábado (7) à noite, de acordo com um comunicado divulgado nesse domingo (8) pelo reverendo Crystal Hardin, reitor assistente. A igreja suspendeu todas as atividades.

Houve vários casos relatados na cidade e nos arredores nos últimos dias. Maryland relatou dois novos casos no domingo, elevando para cinco o total de casos confirmados no estado. Virginia relatou seu segundo caso.

Segundo o site da igreja, Cole é reitor desde setembro de 2016, é casado e tem dois filhos. “Com muita cautela, a Igreja de Cristo cancelou todas as atividades, incluindo os cultos da igreja até novo aviso. Recomendamos que os membros da comunidade interessados ​​entrem em contato com os prestadores de cuidados de saúde”, afirma o comunicado.

As autoridades de saúde disseram que, como parte de sua investigação, haviam determinado que a visita de um indivíduo à igreja justificava medidas de precaução e recomendaram uma interrupção temporária dos serviços. Em resposta, a igreja identificou publicamente Cole como a vítima.

O primeiro teste positivo do distrito foi anunciado no sábado, mas houve a identificação da vítima apenas como um homem de 50 anos. Um segundo teste local positivo envolve um homem da Nigéria que visitou a área de Washington, mas estava hospitalizado em Maryland, segundo a prefeita Muriel Bowser.

O gabinete da prefeita de Washington disse que uma escola secundária ligada ao segundo caso ficará fechada nesta segunda-feira (9), embora nenhum novo caso confirmado de coronavírus tenha sido relatado.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Três pessoas que ficaram na mesma casa que o homem nigeriano que deu positivo em Maryland foram testadas no domingo e todas foram negativas. Mas um deles trabalha na Without Walls High School, que permanece fechada para dar tempo à direção para se comunicar com os funcionários e os pais e para limpar a escola.

Maryland

Nos novos casos de Maryland, um idoso de 80 anos, morador do Condado de Harford, que contraiu o vírus enquanto viajava para o exterior. Ele foi hospitalizado, segundo as autoridades. Um morador do Condado de Montgomery, na casa dos 60 anos, que contraiu o vírus enquanto viajava para o exterior, também foi brevemente hospitalizado.

Virginia

A Virgínia registrou seu primeiro caso no sábado, quando um fuzileiro naval lotado em Fort Belvoir e vivendo na base de Quantico foi encontrado com o vírus. No domingo, oficiais da Virgínia anunciaram um segundo caso envolvendo um homem de 80 anos de Fairfax, que fez um cruzeiro no Rio Nilo.

Benjamin Schwartz, diretor de epidemiologia e saúde da população do departamento de saúde do Condado de Fairfax County, disse que o idoso desenvolveu doenças do sistemas respiratórias em 28 de fevereiro e foi hospitalizado em 5 de março. Ele permanece hospitalizado, mas está em condições estáveis ​​e não está unidade de terapia intensiva.

“Felizmente, o indivíduo teve contato limitado com outras pessoas enquanto estava doente e, portanto, o risco para a comunidade geral de Fairfax permanece baixo”, garante a diretora de saúde do condado, Gloria Addo-Ayensa.

“Os dois casos não estão relacionados”, explica a epidemiologista do estado da Virgínia, Lilian Peake. “Neste momento, não há sinais do vírus se espalhar na comunidade na Virgínia”, completa.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes