De acordo com dados divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde, o Brasil tinha até a noite dessa quarta-feira (18) 529 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2), contabilizados em 20 estados e no Distrito Federal. Em São Paulo, foi registrada a quarta morte: todos os óbitos em decorrência da doença no país ocorreram no estado, de pacientes com idades acima de 60 anos

O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na noite dessa quarta-feira, contabiliza 428 infectados, a maioria em São Paulo (240). Além dos casos confirmados, o órgão federal divulgou que há 11.278 casos suspeitos e 1.841 casos descartados.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou que não mudará agora o critério adotado na fase de mitigação, e só as pessoas com casos graves serão testadas para o vírus.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou, na última sexta-feira (13), que os países apliquem testes em massa para descobrir quem está infectado e isolar esses pacientes para “achatar a curva” da disseminação da doença Covid-19.

O Governo Federal, que disse ter comprado kits da Fiocruz para 30 mil testes nos laboratórios públicos, explicou que o objetivo da medida é economizar testes para as pessoas com complicações. Diversos estados adotaram medidas para restringir a circulação de pessoas, na tentativa de conter o avanço do vírus. O Congresso Nacional avalia a possibilidade de o país decretar estado de calamidade pública. A proposta já foi aprovada pela Câmara e seguiu para análise no Senado.

(Com informações do G1)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas