O governador Ralph Northam apresentou nessa quinta-feira (18) a terceira fase do plano “Forward Virginia”, para continuar diminuindo as restrições às atividades e mitigando a disseminação do coronavírus. Embora já tenha elaborado as diretrizes para novas reaberturas, o estado ainda não tem uma data prevista para iniciar a nova etapa.

Na fase 3, será mantida a estratégia “mais segurança em casa”, com recomendações contínuas para distanciamento social e teletrabalho, e a exigência de que os indivíduos usem coberturas faciais em ambientes públicos internos.

O número máximo de pessoas permitido em reuniões sociais aumentará de 50 para 250. Todas as empresas devem continuar a seguir as diretrizes de distanciamento físico, limpar e higienizar com frequência superfícies de alto contato e manter medidas de segurança aprimoradas no local de trabalho.

Os estabelecimentos que servem comidas e bebidas serão obrigados a manter um metro e meio de distância entre as mesas; os centros de fitness poderão abrir áreas internas com 75% de ocupação, e os locais de recreação e entretenimento poderão operar com 50% de ocupação, ou no máximo mil pessoas.

As piscinas também poderão expandir as operações para nadar livremente, além de exercícios internos e externos, instruções de mergulho e natação. Os acampamentos de verão durante a noite permanecerão proibidos na fase três.

Publicidade

Dados

Quando muitos estados estão experimentando um aumento de novas infecções, a contagem de casos da Virgínia continua em tendência de queda. A capacidade de internações hospitalares permanece estável, a porcentagem de indivíduos hospitalizados com um teste positivo ou pendente está em tendência de queda, nenhum hospital está relatando escassez de equipamentos de proteção individual e a porcentagem de testes positivos continua a diminuir à medida em que a testagem aumenta.

“Nossas diretrizes da fase três ajudarão as famílias e empresas da Virgínia a planejar como será o próximo estágio de redução das restrições em nossa comunidade. Embora possamos não ter o mesmo pico de infecções que muitos estados estão vendo no momento, os virginianos precisam permanecer cautelosos e fazer o que sabemos reduzir a transmissão”, orienta o governador.

Mais uma vez, ele salienta a importância de usar uma cobertura facial, manter distância física e ficar em casa se estiver doente ou apresentar sintomas de Covid-19. “Esse vírus ainda está conosco, e devemos continuar a adaptar nossas vidas em torno dele e garantir que estamos mantendo nossas comunidades vulneráveis ​​em segurança”, enfatiza.

Comunidade latina

Antes de sua conferência de imprensa, o governador se reuniu com líderes latinos locais e ativistas comunitários do norte da Virgínia para discutir os problemas que enfrentam na luta contra o vírus.

Os virginianos latinos representam 45,3% dos casos para os quais a Virgínia possui dados demográficos e 35% das hospitalizações, mesmo que os hispânicos e latinos representem cerca de 10% da população do estado.

Publicidade
CCA idiomas