Total de votos do colégio eleitoral:

A campanha do presidente Donald Trump e o Partido Republicano da Geórgia entraram com um processo contra o Conselho Eleitoral do Condado de Chatham, pedindo a um juiz que ordene ao condado que garanta e contabilize as cédulas recebidas após as 19 horas no dia da eleição.

O presidente estadual do partido, David Shafer, disse em um comunicado na noite desta quarta-feira (4) que planejam processar uma dúzia de condados. O processo alega que um observador republicano assistiu a um funcionário da votação pegar cédulas de ausentes não processadas de uma sala dos fundos e misturá-las em cédulas de ausentes processadas esperando para serem tabuladas.

Na Geórgia, as cédulas devem ser recebidas até as 19 horas no dia da eleição para serem contadas. O condado de Chatham contém Savannah e se inclina para os democratas.

Publicidade

Mais cedo, o gerente de campanha de Trump, Bill Stepien, afirmou que o presidente solicitaria formalmente uma recontagem de votos em Wisconsin, citando “irregularidades em vários condados”, e a equipe entrou com ações em Michigan e na Pensilvânia para interromper a contagem de votos porque alegou que não foi dado “acesso significativo” a observar a abertura das cédulas e o processo de apuração.

A Geórgia está entre os estados que ainda não concluíram a contagem dos votos. Na corrida pelos 270 votos do colégio eleitoral para chegar à presidência, o democrata Joe Biden tem atualmente 264, enquanto Trump contabiliza 214.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade