No enfrentamento à pandemia de coronavírus, o governo de Maryland anunciou uma série de medidas que vão beneficiar moradores, com novos investimentos em iniciativas de proteção da saúde, segurança e bem-estar. O pacote de ajuda terá aporte de US$ 70 milhões, em recursos da Lei Cares.

“Infelizmente, temos mais tempos difíceis pela frente e provavelmente vai piorar antes de melhorar. Mas realmente estamos todos juntos nisso, e se todos fizermos nossa parte para enfrentar esse desafio e enfrentar este momento, vamos superar isso juntos”, entende o governador Larry Hogan.

O Departamento de Saúde receberá US$ 20 milhões para reforçar o estoque estratégico de equipamentos de proteção individual. Outros US$ 10 milhões vão acelerar o planejamento do estado para a distribuição da vacina contra a Covid-19, quando as doses estiverem disponíveis.

Publicidade

Em relação à economia, serão US$ 15 milhões para o Departamento do Trabalho fornecer apoio adicional de pessoal para a Divisão de Seguro Desemprego. Esses recursos serão dedicados à expansão da equipe de atendimento.

Já o Departamento de Desenvolvimento Comunitário e Habitacional irá dispor de US$ 10 milhões para a próxima prestação de socorro aos locatários. O Programa de Ajuda à Habitação Assistida ajuda inquilinos de baixa renda em propriedades financiadas pelo estado que foram afetadas pela pandemia.

Também serão destinados US$ 10 milhões a bancos de alimentos e US$ 2 milhões em recursos suplementares para acolhimento familiar de jovens sob proteção do estado. Mais US$ 2 milhões irão para o suporte em programas de assistência de energia elétrica e US$ 1 milhão para um sistema de alerta precoce para um surto de coronavírus em comunidades vulneráveis ​​de Maryland.

Publicidade