Vários grupos pró-Trump e nacionalistas brancos estão se organizando nas redes sociais para promover comícios em DC neste sábado (14), para apoiar as alegações do presidente de que irregularidades teriam sido cometidas na eleição presidencial. Os eventos se concentram em protestar contra a vitória do presidente eleito Joe Biden.

A alegação é de que o segundo mandato de Donald Trump foi “roubado por meio de votação fraudulenta”. O republicano vem insistindo nessa tese para explicar a derrota, embora funcionários eleitorais em dezenas de estados não tenham encontrado evidências de fraude eleitoral ou outras irregularidades que influenciaram o resultado da eleição.

Ainda assim, o procurador-geral William Barr autorizou promotores federais em todos os Estados Unidos a buscar “alegações substanciais” de irregularidades na votação, se houver, antes que a eleição presidencial de 2020 seja certificada.

De acordo com as várias páginas das redes sociais preparadas para o comício, a atividade terá início na Freedom Plaza às 12 horas e prosseguirá com uma marcha até a Suprema Corte, por volta das 14 horas.

Marcha

A página do Facebook do Women for America First, um grupo de protesto que realizou manifestações anti-impeachment e anti-lockdown, originalmente divulgou informações on-line sobre a “Marcha por Trump”. A página do evento cita a criação outra página, chamada Stop the Steal, que foi prontamente fechada pelo Facebook.

Publicidade

De acordo com o National Park Service, “Cindy Chafian Women for America” solicitou uma licença para 50 pessoas no Freedom Plaza neste sábado, que ainda está sob avaliação.

Bethel Campus Fellowship, um grupo cristão para jovens com sede em Maryland, também solicitou uma licença para este sábado. Eles estimam que 500 pessoas se reunirão perto da Elipse para uma “Cruzada de Proclamação da Liberdade”, “encontrando Jesus e vivenciando a liberdade como nunca antes”. Não está claro se esse evento está relacionado às demonstrações pró-Trump.

Um grupo contrário ao aborto também enviou um pedido para um evento de oração para 250 pessoas no domingo (15) no Lafayette Park. Já o Coletivo They / Them planeja um contraprotesto para este sábado, às 12 horas, na Suprema Corte.

(Com informações de DCist)

Publicidade