Em breve, Baltimore proibirá oficialmente o uso de sacolas plásticas pelos varejistas, em um esforço para combater a poluição. O prefeito Bernard “Jack” Young planeja assinar a legislação na segunda-feira (13), durante um evento no Aquário Nacional de Inner Harbor, segundo um porta-voz. A proibição entrará em vigor em 2021.

Desde 2006, os legisladores tentaram nove vezes aprovar a medida, que foi defendida por ambientalistas. Os defensores dizem que os sacos de plástico estão entre as formas mais onipresentes de lixo na cidade, comprometendo também os ecossistemas e a vida selvagem.

Mesmo com amplo apoio de todo o conselho democrata, houve um debate acalorado sobre se essa proibição colocaria encargos financeiros muito pesados ​​para os varejistas. Os sacos de papel são muito mais caros do que os de plástico, testemunharam os comerciantes. A cidade está contando com as pessoas para mudar seus hábitos e começar a confiar mais em sacolas reutilizáveis.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

A lei proibirá mercearias e outros varejistas de distribuir sacolas plásticas, exigindo que elas cobrem uma taxa por qualquer outra sacola que forneça aos compradores, incluindo sacos de papel. Os varejistas manteriam US$ 0,04 da taxa para cada sacola alternativa que fornecerem, com US$ 0,01 indo para os cofres da cidade. Aqueles que violarem a proibição três ou mais vezes enfrentarão uma multa de até US$ 1 mil.

(Com informações de Baltimore Sun)

 

 

 

Publicidade
Curso de inglês