Total de votos do colégio eleitoral:

Quatro dias após o término da votação, o mundo enfim conhece o 46º presidente dos Estados Unidos. Mesmo que a contagem dos votos ainda não tenha acabado, as projeções já indicam Joe Biden como vencedor da corrida à Casa Branca com a vantagem aberta pelo democrata sobre Donald Trump, candidato à reeleição.

Após derrotar Trump nas urnas, com o voto de mais de 74,8 milhões de americanos e chegando a 290 dos 270 votos necessários do colégio eleitoral, Biden terá como missão liderar uma nação dominada por uma pandemia histórica e uma confluência de turbulência econômica e social.

Sua vitória veio depois de dias de expectativa e incerteza, enquanto as autoridades eleitorais classificavam uma onda de votos pelo correio que atrasou o processamento de algumas cédulas. A vitória se consolidou neste sábado (7), com os votos da Pensilvânia.

Publicidade

Biden, 77 anos, apostou sua candidatura em mobilizar uma ampla coalizão de eleitores em torno da noção de que Trump representava uma ameaça existencial à democracia americana. A estratégia provou ser eficaz, resultando em vitórias essenciais em Michigan e Wisconsin, bem como na Pensilvânia, antigos redutos democratas que haviam eleito Trump em 2016.

Biden, em um comunicado, disse que é hora de a nação abatida colocar de lado suas diferenças. “É hora de a América se unir. E para se curar. Com o fim da campanha, é hora de colocar a raiva e a retórica dura para trás e nos unirmos como uma nação. Não há nada que não possamos fazer se fizermos isso juntos”, declarou.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade