Embora a prefeita de Washington, Muriel Bowser, tenha estendido a ordem de permanência em casa até 8 de junho, o Distrito de Columbia pode iniciar uma reabertura em fases em 29 de maio, se os dados continuarem mostrando melhorias. O anúncio foi feito nessa quinta-feira (21).

“Vamos monitorar durante o fim de semana as tendências que vemos. E se essas tendências se mantiverem na próxima semana, poderemos comunicar o início de nossa reabertura em fases”, afirmou a prefeita, após uma apresentação do Comitê Consultivo de Reabertura de DC sobre as recomendações para diferentes empresas retomarem as atividades com segurança.

“Não é um interruptor para ligar e desligar. Não poderemos voltar à vida como tínhamos em fevereiro. Mas, gradualmente, estamos adicionando atividades em nossas vidas, das quais todos sentimos falta e estamos ansiosos para voltar”, esclareceu.

O Comitê Consultivo, liderado por Susan Rice e Michael Chertoff, apresentou suas recomendações durante uma entrevista coletiva. “Agora, sejamos claros, reconhecemos que, com a reabertura, surgem alguns riscos adicionais”, ressaltou Chertoff.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

“Trata-se de gerenciamento de riscos, não eliminação de riscos. Mas estamos usando toda a estrutura para ajudar a orientar nosso planejamento e nos informar como podemos reduzir os riscos enquanto mudamos para uma nova e melhor norma”, acrescentou.

De acordo com ele, o comitê analisou métricas como disseminação da Covid-19 na comunidade, capacidade de testes, capacidade do sistema de saúde e capacidade do sistema público de saúde, incluindo rastreamento de contatos. “Esses critérios de bloqueio são medidos para determinar o momento certo para prosseguir. E reconhecer se precisamos voltar a ligar se as coisas piorarem”, finalizou.

(Com informações de WTop)

Publicidade