Total de votos do colégio eleitoral:

O democrata Joe Biden conquistou Michigan e seus 16 votos do colégio eleitoral, chegando a 264, seis a menos do que os 270 necessários para vencer a eleição à presidência dos Estados Unidos. Donald Trump está com 214 votos do colégio eleitoral, mas muitos estados ainda não fecharam a apuração.

A mudança do vermelho para o azul em Michigan foi um grande golpe para Trump, cujas vitórias no estado, em Wisconsin e na Pensilvânia em 2016 o enviaram para a Casa Branca. Biden também venceu em Wisconsin, e a Pensilvânia ainda não concluiu a contagem de votos (representa 20 votos do colégio eleitoral).

Nevada, que tem seis votos do colégio eleitoral, está entre os estados que a democrata Hillary Clinton conquistou em 2016 que ainda não tiveram a apuração encerrada. A campanha de Biden se concentrou particularmente em atrair eleitores negros em Detroit, que não compareceram à democrata Hillary Clinton nos números que Barack Obama recebeu durante suas duas candidaturas presidenciais.

Publicidade

Apesar de precisar conquistar Michigan, Trump atacou com frequência a governadora democrata do estado, Gretchen Whitmer, que foi alvo de um suposto plano de sequestro frustrado pelas autoridades federais. Cantos de “Tranque-a!” em direção à governadora ecoaram no comício de Trump, e ele criticou a democrata no Twitter por sua abordagem cautelosa à pandemia de coronavírus.

Biden também venceu no Arizona, estado que o republicano Donald Trump conquistou em 2016 sobre Hillary Clinton. Os estados ainda em disputa incluem também a Geórgia, outro local-chave na corrida presidencial, com 16 votos do colégio eleitoral.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade