Total de votos do colégio eleitoral:

Embora ainda seja cedo para saber se Joe Biden será o próximo presidente dos Estados Unidos, o candidato já atingiu um marco eleitoral importante. O democrata já recebeu mais de 71 milhões de votos, um recorde na história norte-americana.

Até então, o ex-presidente Barack Obama detinha o recorde, depois de receber 69.498.516 votos na eleição de 2008. Na época, Joe Biden era seu companheiro de chapa.

O desempenho nas urnas fez o candidato se aproximar dos 270 votos do colégio eleitoral necessários para chegar à Casa Branca, garantindo vitórias em campos de batalha antes dominados pelos republicanos, como Wisconsin e Michigan, e estreitando o caminho do presidente Donald Trump.

Publicidade

Dois dias após a eleição, Biden tem 264 votos e está a uma vitória nos estados que ainda não fecharam a apuração para se tornar presidente eleito. Com 214 votos até o momento, Trump precisa vencer em quatro dos cinco estados para ser reeleito.

Em uma entrevista coletiva nessa quarta-feira (4), o ex-vice-presidente disse que esperava ganhar a presidência, mas não chegou a declarar vitória. “Vou governar como um presidente americano. Não haverá estados vermelhos e azuis (fazendo referência a republicanos e democratas) quando vencermos. Apenas os Estados Unidos da América”, afirmou.

Foi um contraste gritante com a abordagem de Trump, que na manhã dessa quarta-feira alegou falsamente que havia vencido a eleição. A campanha do atual presidente desenvolveu uma enxurrada de atividades legais para tentar melhorar as chances de vitória e lançar dúvidas sobre os resultados das eleições, solicitando uma recontagem em Wisconsin e entrando com ações na Pensilvânia, Michigan e Geórgia.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade