As bebidas alcoólicas podem ficar mais caras em Maryland. Os legisladores e defensores da saúde propuseram aumentar o imposto estadual sobre a venda de álcool no estado, para ampliar a arrecadação de recursos e destiná-los à área da saúde, ajudando a lidar com as disparidades destacadas pela pandemia de coronavírus.

Os apoiadores da proposta sugerem aumentar o imposto estadual de 9 para 10% a partir de 2021 – o último reajuste ocorreu em 2011. “A pandemia deixou ainda mais claro que certas comunidades, especialmente as de cor, não têm os recursos de saúde de que precisam, o que leva a disparidades de saúde preocupantes”, sustenta o senador Antonio Hayes, representante de Baltimore que defende a medida no Senado estadual.

De acordo com a proposta, áreas com disparidades de saúde poderiam competir por subvenções e incentivos fiscais. “Sabemos que há uma necessidade desesperada. As disparidades em nosso sistema de saúde – racial, étnica, rural – são mais marcantes do que nunca em meio a esta crise”, concorda o deputado Erek Barron, que representa Prince George, o segundo condado mais populoso de Maryland nos subúrbios da capital do país.

O condado de maioria negra teve mais de 28 mil casos confirmados de Covid-19, o maior número em um condado de Maryland. O vírus causou pelo menos 791 mortes em Prince George.

Publicidade

Oposição

Mas os oponentes afirmam que o aumento de impostos prejudicará as pequenas empresas durante os tempos difíceis causados ​​pela pandemia. “Muitas dessas empresas estão por um fio, ganhando o suficiente apenas para cobrir as contas, se tiverem sorte. Esse tipo de aumento de impostos pode ser a gota d’água para tirar muitos dos negócios”, argumenta o deputado Nic Kipke, do Condado de Anne Arundel, que é o líder da minoria na Câmara.

Os defensores dizem que o aumento arrecadaria cerca de US$ 14 milhões por ano nos primeiros dois anos e US$ 22 milhões a cada ano depois. A medida, que passaria pelos parlamentares em sua próxima sessão legislativa agora marcada para começar em janeiro, atrasaria o aumento de impostos para bares e restaurantes por dois anos devido à pandemia.

(Com informações de Fox 5)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas