Com a recém iniciada fase 1 do plano de recuperação em andamento, a Virginia discute a reabertura de escolas, após a crise do coronavírus. Para isso, foi formado o Grupo de Trabalho em Educação, que tem como objetivo traçar um caminho a seguir para determinar como as aulas presenciais podem ser retomadas com segurança ainda este ano.

O grupo é composto por representantes dos sistemas de ensino público e privado do estado, ensino fundamental e médio, e inclui professores, superintendentes, pais, presidentes de faculdades, funcionários de agências estatais, advogados de educação especial, diretores de museus e perspectivas dos alunos. Essa grande variedade de partes interessadas em educação representa todo o sistema educacional da Virgínia e vem de todas as regiões do estado.

O secretário de Educação, Atif Qarni, formou o grupo de trabalho e presidiu sua primeira reunião em 23 de abril. Desde então, as atenções têm se concentrado no desenvolvimento de recomendações para alinhar políticas em todo o sistema educacional e garantir a continuidade do aprendizado.

“Sou profundamente grato aos educadores, administradores, profissionais de nutrição escolar da Virgínia, equipe de apoio, pais e alunos pelas maneiras como se adaptaram a novos ambientes de aprendizado nos últimos dois meses”, diz o governador Ralph Northam.

“Ao tomarmos decisões sobre o caminho a seguir, este painel ajudará a garantir que estamos melhor apoiando estudantes rurais, estudantes de inglês, estudantes de cor e estudantes com necessidades especiais. O fechamento das escolas foi necessário para proteger a saúde e a segurança, mas a perda de tempo nas aulas tem um impacto desproporcional nos estudantes mais vulneráveis ​​e economicamente desfavorecidos”, avalia Northam.

Publicidade
Curso de inglês

O grupo de trabalho é presidido pelo secretário de Educação e conta com o vice-secretário de Educação, Fran Bradford; o diretor do Conselho Estadual de Ensino Superior, Peter Blake, e o superintendente estadual de instrução pública, James Lane. Esses quatro compõem o comitê diretor.

“Quando começamos a pensar em como o sistema educacional da Virgínia pode operar no verão e no outono, é crucial que tenhamos o conselho de um grupo diversificado e atencioso de líderes da educação”, considera Qarni. “Esse grupo usará seus conhecimentos para guiar nossa abordagem e ajudar a garantir que todas as vozes sejam ouvidas e que todas as recomendações sejam feitas sob a lente da equidade”, completa.

Roteiro

Segundo o governo do estado, nas próximas semanas, será traçado um roteiro para as escolas, faculdades e universidades da Virgínia voltarem ao aprendizado presencial de maneira segura, equitativa e responsável.

A abordagem será baseada em dados e em ciência e incluirá recomendações do Grupo de Trabalho, coordenada com o plano Forward Virginia, de alívio gradual das restrições impostas diante da emergência de saúde pública.

O plano de reabertura do estado baseia-se nas diretrizes federais do CDC e inclui metas específicas para conter a propagação do vírus por meio da ampliação de testes, rastreamento de contatos e garantia de capacidade médica adequada.

Publicidade