Três semanas após o início do ano letivo com aulas apenas virtuais, pais no Condado de Montgomery, em Maryland, relatam problemas frequentes com a tecnologia. Segundo eles, seus filhos passam mais tempo tentando lidar com as diferentes plataformas do que aprendendo.

A família Fletcher, de Germantown, diz que a experiência tem sido frustrante para seu filho de nove anos, Zion Fletcher. “Eu não posso mais fazer isso”, reclamou o garoto, depois de lutar com as plataformas que ele deveria usar para aprender.

O aluno da quarta série é visto chorando em um vídeo de celular enquanto descreve para sua mãe que ele não pode perder mais tempo tentando acessar todas as diferentes plataformas de que precisa para o aprendizado virtual. Isso inclui Canvas, Zoom, Google Drive e Synergy.

Sua mãe, Cara Fletcher, e vários outros pais das Escolas Públicas do Condado de Montgomery têm falado sobre essas frustrações. “Estamos enviando tarefas, mas elas chegam em branco, apesar de terem sido concluídas, e esse é apenas um pequeno exemplo”, resume Cara.

Ela observou que seu filho também tem dificuldade em entender as pessoas no Zoom. “Todo mundo parece um robô, as crianças não conseguem entender o que as pessoas estão dizendo”, relata.

“Acho que o Canvas, ou o sistema que eles estão usando, tem muitas funcionalidades e opções, mas acho que eles só precisam fazer algo estúpido e simples”, declara Natalya Dvorson, de Rockville, que tem um filho na quarta série e outro na sexta série.

Publicidade

Ambas as mães reconhecem que as crianças hoje em dia são sem dúvida entendidas em tecnologia, mas alegam que as plataformas de aprendizagem on-line não são projetadas para essa faixa etária.

“Eles podem enviar mensagens de texto, podem usar o YouTube, todas as coisas que estamos tentando impedir, mas é a quantidade de etapas, nada é simples”, afirma Cara. “Você pode imaginar todos os passos que as crianças precisam dar apenas para simplesmente entrar na sala de aula? Não é como você e eu, quando você apenas me envia um link e eu clico e estamos dentro”, completa Natalya.

Resposta

A porta-voz das Escolas Públicas do Condado de Montgomery, Gboyinde Onijala, sustenta que esse não é um problema para todos os alunos do sistema escolar. Segundo ela, o MCPS distribuiu mais de 133 mil Chromebooks, milhares de dispositivos móveis, além de lançar um sistema robusto de gerenciamento de aprendizagem integrado e plataforma de videoconferência e treinou milhares de alunos e famílias sobre como usá-los.

Ela continuou dizendo que todas as plataformas de tecnologia enfrentam falhas, mas que o MCPS trabalha rapidamente para resolvê-las. “É certamente possível que alguns pais estejam enfrentando o problema e estamos mais do que felizes em ajudá-los a superar esses desafios. Eles podem entrar em contato com nossa linha de suporte técnico pelo telefone (240) 740-7022, de segunda a sexta-feira ”, instrui.

(Com informações de Fox 5)

Publicidade