Seus gritos de protesto foram ouvidos na sexta-feira (14) do lado de fora da Bowman Middle School, em Plano, no Texas, quando os alunos foram dispensados. Quase duas dezenas de manifestantes, muitos segurando cartazes, estavam transmitindo uma forte mensagem contra o bullying. “Parem os valentões. Salve uma vida!”, o grupo exigia.

Os manifestantes estavam realizando uma demonstração em apoio a A’Myah Moon. A estudante de 11 anos da sexta série foi alvo de um ato de bullying que passou para o que a família da criança descreve como “uma brincadeira humilhante de um de seus colegas de classe”.

“Uma garotinha, alguém que ela pensava ser amiga, a perseguiu pela academia e puxou a peruca na frente de todos”, conta Syreeta Smith, mãe de A’Myah. Ela explica que a filha foi diagnosticado com um câncer raro, pouco mais de um ano atrás. A menina tem consultas médicas semanais, sessões de quimioterapia quinzenais e transfusões regulares de sangue para tratar sua doença.

A criança perdeu todo o cabelo como resultado de tratamentos de quimioterapia. “Então, quando ela começou as aulas em outubro, compramos uma peruca para que ela se sentisse confiante, se encaixasse e se sentisse normal”, relata Syreeta.

Publicidade

Conforme os membros da família, a peruca deu à estudante uma certa sensação de segurança na escola. Essa segurança foi arrancada quando sua peruca foi tirada da cabeça, enquanto ela era chamada por nomes depreciativos na frente de outros estudantes.

“Eu só quero deixar a escola para sempre e não quero mais ter amigos”, afirma a menina. A aluna da sexta série diz que correu para um banheiro, trancou-se lá dentro e chorou. “Fiquei muito triste, fiquei tonta e fui embora”, recorda.

Todos que compareceram ao protesto anti-bullying fora da Bowman Middle School exigiram providências da direção da escola em relação ao caso. A avó garota, Shelia Walker, quer que todos saibam que o bullying é um problema sério. “Nós não sabíamos o quão real era até que nosso próprio filho começou a passar por isso”, lamenta. A família está pedindo a todos os pais que falem com seus filhos sobre o impacto que o bullying pode ter sobre os outros.

(Com informações de WUSA)

Publicidade