O governador de Maryland, Larry Hogan, anunciou nessa quinta-feira (13) que o estado irá destinar US$ 10 milhões para apoiar a expansão do aprendizado remoto. O Gabinete de Banda Larga Rural concedeu quase US$ 8 milhões em subsídios para aumentar o acesso à internet para alunos de escolas públicas e aproximadamente US$ 2 milhões serão investidos em estudos de viabilidade e projeto para uma nova rede sem fio em todo o estado dedicada exclusivamente para uso educacional.

Os recursos serão fornecidos pelo Departamento de Habitação e Desenvolvimento Comunitário e administrado pelo Gabinete de Banda Larga Rural. “Nossa administração está comprometida em expandir a banda larga para todos os cantos do nosso estado, e como muitos sistemas escolares locais se preparam para modelos de aprendizagem remota ou híbrida no outono, esse acesso é mais importante do que nunca”, considera Hogan.

“Esses subsídios apoiarão parcerias entre o estado, governos locais e provedores de serviços de internet, para garantir que as opções de ensino a distância estejam disponíveis e acessíveis para todos os alunos de Maryland”, detalha o governador.

Publicidade
Curso de inglês

Vinte e uma das 24 jurisdições locais solicitaram e receberão recursos adicionais. Em áreas urbanas onde os alunos têm acesso à infraestrutura de banda larga, as bolsas serão usadas para ajudar os estudantes atualmente não atendidos a obter serviço de internet junto a um provedor já existente. Em áreas rurais onde não existe infraestrutura de banda larga, as bolsas serão usadas para fornecer acesso sem fio por celular ou recursos semelhantes.

O financiamento também apoiará os estudos de viabilidade e o projeto de uma rede sem fio fixa em todo o estado para expandir ainda mais o acesso para estudantes não atendidos em áreas rurais. O Gabinete de Banda Larga Rural trabalhará com parceiros locais para incorporar ativos verticais existentes, como torres de comunicação e torres de água, como parte da infraestrutura de rede. A previsão é que esta rede esteja operacional no início do ano letivo de 2021-2022.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes