Apesar da pressão do governo federal, que ameaçou até tirar recursos se as escolas não voltassem a abrir, sistemas escolares da área de DMV já decidiram que vão manter o ensino a distância no início do ano letivo 2020-2021, devido ao risco de contágio por coronavírus. Outros ainda desenvolvem os planos para a retomada das atividades.

O Conselho Escolar do Condado de Prince William, na Virginia, aprovou um plano no qual os estudantes iniciarão o ano letivo em 8 de setembro, com aprendizado virtual de 100% no primeiro trimestre e transição para o modelo híbrido de 50%, discutido anteriormente, no segundo trimestre.

A aprendizagem presencial será disponibilizada no primeiro trimestre apenas para alunos de educação especial, estudantes de ESL e outros grupos especialmente vulneráveis.

“Acho que não estamos prontos para iniciar o plano 50-50 imediatamente, e não é culpa do trabalho árduo que a equipe fez. É porque estamos com pouco dinheiro, com pouco pessoal e superlotados. Temos apenas uma chance nisso”, analisa Adele Jackson, membro do conselho.

As autoridades das Escolas Públicas de Arlington realizaram uma audiência pública virtual para discutir seus planos de retomada das aulas. O superintendente da APS, Francisco Durán, planeja propor um adiamento do início do ano letivo ao Conselho Escolar, em reunião marcada para a noite desta quinta-feira (16). O início proposto seria 8 de setembro, e todos os alunos começariam com ensino a distância em período integral.

“Durante todo o nosso planejamento, a saúde e a segurança de nossa equipe e estudantes tem sido nossa principal prioridade, e começar o ano com um modelo virtual nos permite continuar a monitorar a situação até termos certeza de que é seguro retornar”, expôs Durán em carta aos pais. Ele pediu às famílias que ainda não selecionaram o modelo instrucional preferido para fazê-lo até 20 de julho.

Maryland

Em Maryland, a diretora executiva das escolas públicas do Condado de Prince George, Monica Goldson, anunciou que o sistema escolar continuará o ensino a distância no ano letivo 2020-2021, entre 31 de agosto e 29 de janeiro.

Publicidade

Segundo ela, os líderes das escolas discutiram dois modelos de aprendizado para os alunos retomarem às instruções durante a pandemia de coronavírus, avaliando um cenário de ensino a distância e uma opção híbrida, com aulas presenciais dois dias por semana e três dias on-line.

Depois de realizar uma pesquisa em junho, os líderes descobriram que professores, pais e administradores preferiam continuar com o ensino a distância. Em 1º de dezembro, o Conselho Escolar fará uma reavaliação para ver um modelo diferente será adotado a partir de 1º de fevereiro. Os pais poderão votar no ensino a distância contínuo ou na transição para o cenário híbrido.

Grupos ligados à educação emitiram uma declaração conjunta na terça-feira (14), pedindo ao estado para iniciar o ano letivo de 2020-2021 inteiramente on-line.

Os municípios vizinhos, como o Condado de Montgomery, ainda estão finalizando os planos de reabertura para o sistema escolar. Eles introduziram planos preliminares que exigiriam que as escolas de ensino fundamental e médio fossem divididas em dois grupos e que as escolas secundárias fossem divididas em três. Cada grupo receberá dois ou três dias de aprendizado presencial, com as instruções restantes on-line. Também haverá uma opção de aprendizado totalmente virtual.

As Escolas Públicas do Condado de Charles, por outro lado, iniciarão o ano letivo em 31 de agosto com todo o aprendizado virtual. Segundo o plano proposto, os alunos receberão quatro dias de instrução on-line e nas quartas-feiras terão estudos independentes, nos quais poderão buscar reuniões individuais com professores e conselheiros.

A segunda fase do plano permitiria o aprendizado presencial para populações especiais de alunos que mais precisam. O distrito escolar está ouvindo alunos de populações especiais e seus pais, assim como todos os professores, para ver o nível de conforto de um retorno à aprendizagem presencial em algum momento do outono.

(Com informações de WUSA)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas