Não é segredo: o trânsito na região de DC pode ser um pesadelo, que agora foi traduzido em números. Um novo estudo da Inrix (empresa de gerenciamento de tráfego) constatou que o distrito está classificado como a quinta cidade mais congestionada nos Estados Unidos, com o viajante na área metropolitana perdendo em média 124 horas/ano parado nos engarrafamentos em 2019.

O estudo continuou dizendo que apenas o congestionamento custa US$ 4,1 bilhões, uma média de US$ 1.835 por motorista.

Mesmo assim, é uma redução de 11% em relação às 155 horas de parada no trânsito no ano anterior, que custaram aos motoristas pouco mais de US$ 2 mil, classificando o distrito como o segundo pior do país.

DC ultrapassou a média nacional, onde a maioria das pessoas passa 99 horas sentadas no trânsito. O número de congestionamento parece estar se estabilizando em algumas das regiões metropolitanas mais congestionadas do país, segundo o estudo. O Inrix incluiu transporte público, métricas de ciclismo, preços de combustível, aumento ou queda de gasolina no estudo de 2019.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

“Certamente ainda não consigo sentir a melhora, porque acho que é preciso muito mais do que qualquer coisa que possa ser alcançada em apenas um ano”, avalia o motorista Alex Bronzo. “Espero que haja muito mais em andamento, porque não estamos onde precisamos estar ainda”, completa.

“Eu morava em Atlanta nos anos 90 e a única coisa que temos em comum com eles é um sistema de anéis”, afirma Ernest Baynard, outro condutor. “E simplesmente não era uma boa ideia, porque quando a cidade cresce fora desse cinturão, as coisas podem ficar realmente apertadas”, considera.

DC está na 21ª colocação entre as 25 cidades mais congestionadas do mundo, em comparação com a 19ª posição obtida no ano anterior.

(Com informações de Fox 5)

Publicidade
CCA idiomas