Enquanto a pandemia de coronavírus causa estragos no meio da Quaresma, um padre está oferecendo perdão. Quando as missas públicas foram suspensas na Arquidiocese de Washington, DC, o padre Scott Holmer, da paróquia de Saint Edward the Confessor, em Bowie, Maryland, não quis privar sua comunidade das confissões, então, ele teve a ideia de permitir que os católicos contassem os pecados de dentro de seus veículos, para manter o distanciamento social.

O padre Holmer pegou uma cadeira e alguns cones de trânsito para montar um confessionário ao ar livre, e o seminarista Joe McHenry ajuda a dirigir os carros um a um até o padre. McHenry indica a Holmer quando vendar os olhos se alguém pede uma confissão anônima.

“É aqui que nós, padres, precisamos ser criativos sobre como levar Cristo às pessoas quando não podemos fazer isso em nossas igrejas”, explica Holmer. “No momento, estamos passando pela Quaresma, mas eventualmente o Pentecostes voltará e estaremos juntos – apenas espere”, acrescenta.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

O religioso considera este momento como uma “experiência no deserto”, mas as pessoas têm a oportunidade de fazer uma escolha ativa e propositada de dedicar seu tempo a Deus. “Deus está aumentando nosso desejo pelos sacramentos e a capacidade de compartilhá-los de uma maneira radicalmente nova. Na ausência deles, estamos percebendo o quanto desejamos os sacramentos”, declara.

Ele conta que ouvirá as confissões quando normalmente estaria celebrando a missa diária: durante uma hora na maioria dos dias da semana e durante cinco horas no domingo. Os horários podem ser conferidos aqui.

(Com informações de Fox 5)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes