Sem enroladinhos de salsicha, bolos de funil, filhotes de animais ou passeios de arrepiar: o medo pelo coronavírus significa que não haverá a State Fair da Virgínia este ano. A próxima edição da feira estadual foi transferida para setembro de 2021, pelo receio do contágio e pelas dificuldades de adaptação às medidas restritivas ainda em vigor.

O evento estava previsto para setembro no Meadow Event Park, no Condado de Caroline. “Nós realmente tentamos. Simplesmente não podemos fazê-la funcionar este ano”, explica Pam Wiley, diretora de comunicações do Virginia Farm Bureau, que organiza a feira.

Segundo ela, a equipe passou meses tentando descobrir maneiras de realizar o evento dentro das diretrizes estaduais de saúde, para que todos – do público a fornecedores, funcionários e voluntários – estivessem seguros.

“Planejar a segurança de todos durante uma pandemia de Covid-19 é uma situação complexa e em constante mudança. Demora um tempo olhando todas as diferentes maneiras de executar o evento de acordo com as atuais restrições”, declara Pam.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

Ela lembra que precisariam ser adotadas mudanças no atendimento, medidas para garantir uma distância segura entre as pessoas, exigir o uso de máscaras faciais, verificar a temperatura dos visitantes, além de seguir outras diretrizes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

“Consideramos números e descobrimos que muitas dessas opções não eram viáveis e, sob restrições severas, a feira anual não seria o evento tradicional que a nossa comunidade ama”, afirma.

“Com a comunidade da Virgínia ainda na Fase 3 (do plano de reabertura do estado) e um limite de mil convidados permitidos para feiras e eventos, não havia modelo financeiro realista”, constata a diretora. A feira havia sido cancelada pela última vez durante a Segunda Guerra Mundial e, antes disso, em 1918, devido à gripe espanhola.

(Com informações de Richmond Times-Dispatch)

Publicidade