Assim como o vizinho Maryland, a Virginia também tem um projeto para aliviar as restrições impostas durante a pandemia de coronavírus. O estado elaborou um plano de ação para a retomada das atividades, paralisadas devido à Covid-19, que foi apresentado pelo governador Ralph Northam na última sexta-feira (24).

O “Forward Virginia” também foi dividido em fases, fundamentado nas diretrizes federais dos Centros para Controle e Prevenção de Doenças e tem objetivos específicos para conter a propagação do vírus por meio do aumento de testes, equipamentos e suprimentos de proteção individual e capacidade médica.

“Vamos avançar, mas de uma maneira que priorize a saúde pública e construa confiança pública. As empresas sabem que os clientes retornarão apenas quando acharem seguro fazê-lo. Nosso projeto para o caminho a seguir é baseado em dados e fornece orientações claras, para que os virginianos saibam o que esperar e entendam como decidiremos quando suspender certas restrições de saúde pública”, explica o governador.

Segundo ele, os principais indicadores para a retomada incluirão uma tendência de queda de 14 dias nos casos confirmados, como uma porcentagem dos testes gerais, e na redução das hospitalizações por Covid-19. Embora as taxas de hospitalização tenham se estabilizado amplamente no estado, os casos confirmados continuam aumentando.

Prioridades

Uma das prioridades do projeto Forward Virginia é testar pelo menos 10 mil indivíduos por dia. Karen Remley, ex-Comissária da Saúde e atual co-presidente do Testing Work Group do estado, delineou uma abordagem em quatro etapas para atingir esse objetivo antes de reabrir com segurança. O plano de teste expandido inclui a contratação de rastreadores de contato, que apoiarão os departamentos de saúde locais na identificação de indivíduos que podem ser expostos ao Covid-19 e os ajudarão a se auto isolar.

Publicidade
Curso de inglês

O governador alertou que a flexibilização das restrições com segurança exigirá ainda uma cadeia de suprimentos de equipamentos de proteção individual (EPIs) estável em todos os setores da assistência médica e a garantia de reabastecimento regular. Os EPIs são fundamentais para aumentar os testes, garantir a segurança da equipe de saúde e expandir a força de trabalho médica.

Outra condição à reabertura é a capacidade hospitalar. O Virginia Medical Reserve Corps (MRC) continua a recrutar e mobilizar voluntários médicos e não médicos para reforçar o trabalho dos departamentos de saúde locais, hospitais e prestadores de serviços de saúde. Atualmente, o MRC tem mais de 16,5 mil voluntários treinados, mais da metade da meta de 30 mil.

Início

A primeira fase ainda vai incluir o distanciamento social, teletrabalho, limites de viagens e reuniões públicas e uso recomendado de coberturas faciais. Qualquer redução das restrições será informada por especialistas em saúde pública, membros da Força-Tarefa Empresarial Covid-19 do governador, autoridades estaduais e locais e outras partes interessadas.

O estado está desenvolvendo dois conjuntos de orientações: uma com recomendações amplas para todas as empresas e outra com recomendações específicas do setor para empresas voltadas ao público, como restaurantes e varejo não essencial. As orientações serão fornecidas às empresas no início de maio.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes