O governo do estado vai direcionar US$ 11,7 milhões em fundos gerais para evitar despejos em Maryland. Os recursos serão repassados à Maryland Legal Services Corporation, para garantir assistência jurídica a famílias que enfrentam ações devido à dificuldade para manter o pagamento dos aluguéis e outras questões de segurança habitacional.

Conforme os estudos, contar com os serviços de um advogado em casos de despejo geralmente significa a diferença entre permanecer ou perder a casa. A Maryland Legal Services Corporation (MLSC) faz doações a organizações sem fins lucrativos que fornecem serviços jurídicos civis para moradores de baixa renda do estado. Os fundos da MLSC foram dizimados na esteira da pandemia, resultando em menos serviços jurídicos para os habitantes de Maryland em um momento em que a necessidade é maior.

“Maryland foi um dos primeiros estados do país a implementar uma moratória sobre despejos de inquilinos afetados pela pandemia de Covid-19 e continuamos a fornecer alívio direcionado para ajudar os necessitados”, salienta o governador Larry Hogan.

Publicidade
CCA idiomas

“Esses recursos adicionais são mais uma maneira pela qual estamos cumprindo nosso compromisso de fazer tudo o que pudermos para ajudar os moradores de Maryland a resistir a esta tempestade, se reerguer e se recuperar”, completa.

Dos recursos destinados agora, US$ 8,7 milhões foram recuperados pela Divisão de Valores Mobiliários da Procuradoria-Geral por conduta ilegal durante a crise financeira e só podem ser usados ​​para fins de habitação.

Publicidade