O governador Larry Hogan anunciou para esta sexta-feira (15) o início do estágio um do “Maryland Strong: Roadmap to Recovery”, o plano de recuperação do estado. Esta etapa começa com a substituição da ordem executiva de permanência em casa para um aconselhamento de saúde pública “mais segurança em casa” e a reabertura gradual do varejo, manufatura, igrejas e alguns serviços pessoais.

A etapa inicial do plano será implementada com uma abordagem flexível e baseada na comunidade, que capacita as jurisdições individuais a tomar decisões sobre o momento da reabertura.

“Quando começamos a fase 1 de nossa recuperação, quero garantir a todos os habitantes de Maryland que se sintam desconfortáveis e a qualquer pessoa que esteja preocupada com o fato de estarmos nos movendo muito rápido ou muito devagar, que todas as decisões que tomamos são baseadas em fatos e com base científica e feitas somente após ampla consulta à nossa equipe de recuperação de coronavírus”, frisou o governador.

De acordo com ele, há um monitoramento contínuo da crise, focado nos aglomerados, surtos e picos de casos. “Posso garantir que continuamos prontos para responder rápida e decisivamente a quaisquer mudanças nos fatos, e que continuaremos a atacar esse vírus com todas as ferramentas à nossa disposição”, declarou. A nova diretiva de saúde pública entrará em vigor às 17 horas desta sexta-feira.

Recomendações

Os habitantes de Maryland, particularmente os mais velhos e mais vulneráveis, são fortemente aconselhados a continuar em casa o máximo possível. Os empregadores devem continuar incentivando o teletrabalho para seus funcionários, quando possível. Indivíduos que podem trabalhar em casa devem continuar a fazê-lo.

Os moradores devem continuar usando máscaras em áreas públicas internas, lojas de varejo e em transporte público. Além disso, precisam continuar praticando o distanciamento físico, evitar reuniões de mais de dez pessoas, lavar as mãos com frequência e higienizar áreas de alto contato.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Comércio e indústria

As lojas de varejo podem reabrir em até 50% da capacidade, com a coleta e entrega na calçada fortemente encorajadas e todas as precauções de saúde pública em vigor. Exemplos de empresas que podem reabrir incluem lojas de roupas e calçados, cabeleireiros, abrigos de adoção de animais, lavação de carros, galerias de arte e livrarias.

A indústria também pode retomar as operações de maneira segura, protegendo a saúde dos funcionários, com diretrizes que incentivam vários turnos e outras precauções de segurança.

Igrejas

As igrejas e casas de culto podem começar a realizar com segurança os serviços religiosos, com capacidade de até 50%, com os serviços externos fortemente incentivados. Os líderes religiosos são encorajados a fazer todo o possível para manter os fiéis seguros e, particularmente, para proteger os idosos e vulneráveis ​​em suas congregações.

Cuidados pessoais

Alguns prestadores de serviços pessoais, incluindo barbearias e salões de beleza, podem reabrir com capacidade de até 50%, somente com hora marcada e com as diretrizes de saúde e segurança apropriadas. As empresas que adotam todas as diretrizes de segurança são incentivadas a aceitar um compromisso de “retorno aos negócios”.

Localidades

O plano de recuperação autoriza os líderes dos condados a tomar decisões sobre o momento da reabertura do estágio um em suas jurisdições individuais.

Publicidade
CCA idiomas