O governador Larry Hogan, em colaboração com as instituições financeiras de Maryland, anunciou uma série de iniciativas de ajuda financeira para fornecer assistência adicional a milhões de cidadãos e pequenas empresas que enfrentam dificuldades econômicas devido ao Covid-19. Quase 70 dos maiores bancos, cooperativas de crédito, credores de hipotecas, agências estatais e outras entidades vão oferecer flexibilidade adicional aos mutuários.

“Gostaria de poder dizer quando vamos virar a esquina, quando você poderá voltar ao trabalho, à escola, à igreja ou quando algum de nós conseguirá voltar a viver uma vida normal novamente”, disse o governador.

“Não importa quanto tempo e quão difícil o caminho a seguir possa ser, teremos de encontrar uma maneira de seguir em frente e continuar lutando contra esse inimigo invisível com tudo o que temos. Pode parecer difícil de acreditar agora, mas espero que nosso estado consiga superar isso juntos e que, eventualmente, voltaremos mais fortes e melhores do que nunca”, completou.

Já estavam proibidos os despejos residenciais decorrentes da substancial perda de receita de um inquilino devido ao Covid-19 e, conforme a nova ordem, a proibição se estenderá a despejos comerciais e industriais.

Além disso, os credores estão impedidos de iniciar o processo de execução de hipotecas; está proibida a retomada de carros e caminhões e de casas que não são consideradas “imóveis”, como motor homes, trailers e barcos.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Negociações

De acordo com as novas diretrizes, os residentes podem contar com as seguintes oportunidades ao renegociar dívidas: 90 dias de indenização ou diferimento de pagamento; isenção de taxas por atraso; suspensão de relatório de crédito (os agentes hipotecários não reportarão informações negativas às agências de crédito durante o período de tolerância ou diferimento); 90 dias de tolerância desde o início da execução de uma hipoteca.

Orações

Embora atualmente não seja seguro se reunir em igrejas, templos e outros locais de culto em todo o estado, Hogan emitiu uma proclamação declarando um momento estadual de oração e reflexão ao meio-dia desse domingo (5).

“Este domingo é Domingo de Ramos, o começo da Semana Santa, e quarta-feira (8) é o começo da Páscoa para a nossa comunidade judaica”, lembrou o governador. “Na fé cristã, usamos esse tempo para lembrar e refletir sobre o sacrifício de um, para a redenção de muitos. Agora, cada um de nós está sendo convidado a fazer sacrifícios que podem muito bem ajudar a salvar a vida de outras pessoas”, comentou.

O governador pediu aos cidadãos que fizessem um “momento de oração ou reflexão pelos que perderam a vida devido à doença, pelos doentes e pelos médicos, enfermeiras, clínicos e profissionais de saúde, trabalhadores e socorristas nas linhas de frente, 24 horas por dia, trabalhando para trazer um novo amanhecer em nossa história”.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas