O Bureau de Estatísticas do Trabalho (BLS) do Departamento do Trabalho dos EUA informou na última semana que Maryland adicionou 24,2 mil empregos em agosto, e a taxa de desemprego diminuiu de 7,6 para 6,9% no estado, mais de 18% abaixo da taxa de desemprego nacional. Maryland já ganhou 183,2 mil empregos durante a recuperação em curso da pandemia de Covid-19.

“Ao contrário de muitos outros estados, fomos capazes de manter mais de 70% de nossa economia aberta durante toda a crise e agora, depois de entrar no Estágio Três de nosso ‘Maryland Strong: Roadmap to Recovery’ no início deste mês, todas as empresas de Maryland podem para abrir com segurança. Maryland está realmente aberta para negócios e nossa economia está voltando aos trilhos e apresentando uma recuperação constante”, celebra o governador Larry Hogan.

A estimativa preliminar de empregos de julho foi revisada para cima em 2,8 mil empregos, de um ganho de 53,9 mil para um ganho de 56,7 mil.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

De acordo com o relatório referente ao mês passado, o setor de Lazer e Hotelaria foi o que mais cresceu, com um aumento de 5,8 mil empregos nos subsetores de Hospedagem e Alimentação (4 mil) e Artes, Entretenimento e Recreação (1,8 mil). O setor de Serviços Profissionais e Empresariais aumentou em 5,1 mil empregos.

Outros setores que experimentaram crescimento incluem: Comércio, Transporte e Serviços Públicos (3,7 mil); Outros serviços (3,4 mil); Educação e Serviços de Saúde (2,3 mil); Atividades Financeiras (1,2 mil); e informações (300). O setor de mineração, extração de madeira e construção diminuiu 500 empregos. O setor de manufatura diminuiu 200.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes