O dólar fechou em alta nessa segunda-feira (6), com os investidores digerindo a intensificação das tensões entre Estados Unidos e Irã no Oriente Médio. A moeda norte-americana subiu 0,15%, sendo vendida a R$ 4,0620. Na máxima da sessão, a cotação chegou a R$ 4,0735.

Na sexta-feira (3), o dólar subiu 0,82%, indo a R$ 4,0560, com a morte de um importante general iraniano em um ataque norte-americano. Na parcial do mês, a moeda registra alta de 1,30%.

Em meio às tensões, o preço do petróleo bateu US$ 70 o barril e o ouro atingiu o maior valor em mais de seis anos.

No domingo (5), o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou impor sanções ao Iraque, o segundo maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), caso as tropas americanas sejam forçadas a se retirar do país.

Publicidade
Curso de inglês

O governo do Iraque pediu anteriormente aos EUA e outras tropas estrangeiras que deixassem o país. Trump também disse que os Estados Unidos vão retaliar o Irã caso Teerã contra-ataque em resposta à morte de Soleimani.

Ainda no domingo, o Irã se distanciou ainda mais do acordo nuclear de 2015 com potências mundiais, dizendo que não respeitará limites a seu trabalho de enriquecimento de urânio.

 

(Com informações do G1)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes