Michael Flor foi um dos primeiros pacientes com Covid-19 nos EUA. Durante sua batalha, ele perdeu 18 quilos e não conseguia andar ou se alimentar sozinho. Mas depois de 62 dias no hospital e duas semanas em uma clínica de reabilitação, o morador de Seattle, no estado de Washington, derrotou o vírus e foi para casa encontrar um souvenir impressionante: uma conta médica de 181 páginas e US $ 1,1 milhão.

“Quando você vê por escrito e vê seu nome nele, é muito surpreendente”, afirma. A extensa lista de serviços se formou com o esforço monumental que foi necessário para salvar sua vida. Ele teve pneumonia, insuficiência cardíaca e renal, e passou duas vezes pelo respirador mecânico.

A certa altura, os médicos disseram à família que o paciente não sobreviveria, e as enfermeiras colocaram o telefone em seu ouvido para que sua família pudesse se despedir. “Não me lembro de nenhuma ligação francamente. Mas ouvir minha esposa descrever isso foi difícil”, relata.

O homem de 70 anos se recuperou totalmente e diz que só teve que cobrir cerca de US$ 3 mil daquela enorme conta médica, graças ao Medicare, seguro suplementar e financiamento do Congresso projetado para ajudar os hospitais a custear os serviços com a pandemia. Mas Flor sabe que os outros podem não ter tanta sorte e diz que não quer que as pessoas caiam na ruína porque ficam doentes.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

“Eles estão lutando por suas vidas e a última coisa com que eles precisam se preocupar é: quanto isso vai custar?”, entende. O custo de uma hospitalização por Covid-19 varia de paciente para paciente, dependendo do seguro e de outros fatores.

De acordo com uma pesquisa nacional que analisou os pedidos de assistência médica para estimar o valor cobrado, o custo médio para uma internação devido à doença é de cerca de US$ 73 mil para alguém sem seguro. Com seguro, isso cai para cerca de US$ 38 mil. Mas os especialistas acreditam que todos acabarão pagando parte da conta, pelo que poderia ser o custo de US$ 17 bilhões em hospitalizações durante a pandemia somente neste ano.

(Com informações de WJLA)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas