O governador de Maryland, Larry Hogan, emitiu uma nova ordem executiva na semana passada, devido à pandemia de coronavírus. A medida estende a proibição de cortes de serviços públicos e a cobrança de taxas por atraso a clientes residenciais.

Até 1º de julho, empresas de fornecimento de eletricidade, gás, água, esgoto, telefone, TV a cabo e internet não poderão interromper o serviço de qualquer cliente residencial ou cobrar juros sobre as faturas atrasadas.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Hogan também emitiu uma ordem executiva expandindo os serviços de fabricantes de bebidas alcoólicas licenciados pelo estado, incluindo cervejarias, vinícolas e destilarias. Esses estabelecimentos poderão comercializar seus produtos em áreas de estar ao ar livre, desde que sigam as mesmas diretrizes impostas pelo Departamento de Saúde para restaurantes e bares.

Publicidade