Depois de ampliar as restrições para mitigar a disseminação do coronavírus (Covid-19), suspendendo o atendimento presencial em órgãos públicos, a prefeita de Washington, Muriel Bowser, emitiu uma nova ordem nessa terça-feira (24), com outras medidas. A partir da entrada em vigor, às 22 horas desta quarta-feira (25), só poderão ser mantidas em atividades consideradas essenciais.

A intenção é interromper temporariamente as demais atividades, incluindo guias turísticos e serviços de turismo; academias, clubes de saúde, spas e estabelecimentos de massagem; teatros, cinemas, auditórios e outros locais de grandes encontros; casas noturnas; cabeleireiros, manicures, clínicas de bronzeamento e barbearias; estúdios de tatuagem; vendas não envolvidas em serviços essenciais; lojas de roupas de varejo; e serviços profissionais não dedicados a auxiliar operações comerciais essenciais.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

A ordem da prefeita também proíbe a realização de grandes encontros durante a emergência de saúde pública, declarada devido à pandemia. Não poderão ser realizadas reuniões de dez ou mais pessoas. As medidas estarão em vigor até 24 de abril de 2020.

A decisão de Muriel Bowser acompanha a de outros líderes da área de DMV. Na segunda-feira (23), o governador de Maryland, Larry Hogan, e o governador da Virgínia, Ralph Northam, ordenaram que todas as empresas não essenciais fossem fechadas em seus estados. Northam ainda estendeu o fechamento de escolas até o fim do ano letivo.

Publicidade
CCA idiomas