A Federal Emergency Management Administration (FEMA) aprovou o pedido do estado para fornecer aos desempregados de Maryland um adicional de U$$ 300 por semana em benefícios sob o programa Lost Wages Assistance (LWA). O Departamento do Trabalho de Maryland agora trabalhará com a administração federal para implementar este programa, com um plano para começar a distribuir os benefícios adicionais de seguro-desemprego até o final de setembro.

“Agradecemos sinceramente a rápida aprovação da FEMA ao nosso requerimento para que possamos oferecer alívio adicional para os residentes de Maryland. Mas é importante reconhecer que isso é apenas um paliativo, e continuamos a instar o Congresso a se reunir e aprovar a ajuda federal aos estados para ajudar a apoiar nossa recuperação econômica”, declara o governador Larry Hogan.

De 9 de março a 15 de agosto, a Divisão de Seguro-Desemprego do Departamento de Trabalho de Maryland pagou um total de U$$ 5.993.589.284 em benefícios regulares e do seguro-desemprego Cares Act aos requerentes. A aplicação do estado garante um mínimo de US$ 431 milhões em benefícios adicionais para os desempregados de Maryland.

Publicidade
CCA idiomas

A agência estadual se juntará ao Departamento do Trabalho dos Estados Unidos (USDOL) e à FEMA para concluir a programação, implementação e distribuição dos fundos da LWA, que deve começar no final de setembro. De acordo com as diretrizes da FEMA, a inscrição de Maryland para o programa LWA foi inicialmente aprovada por um período de três semanas.

Os requerentes qualificados receberão os US$ 300 por semana em benefícios retroativos à semana encerrada em 1º de agosto de 2020 e finalizando o mais tardar em 26 de dezembro.

Para se qualificar ao pagamento extra, os requerentes devem ser elegíveis para um valor de benefício semanal de pelo menos US$ 100 e comprovar que perdeu o emprego devido a interrupções causadas pela pandemia. Não é necessário apresentar um novo requerimento para receber os benefícios do LWA.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes