A polícia ainda investiga os motivos que levaram um estudante a matar duas pessoas e ferir outras quatro, em um atentado a tiros registrado no campus da Universidade da Carolina do Norte, em Charlotte. Ele foi desarmado pela segurança local e preso.

“Eu entrei em uma sala de aula e atirei nos caras”, disse o suspeito, Trystan Andrew Terrell, a repórteres na terça-feira (30), quando policiais o levaram algemado.

O tiroteio fez com que as pessoas se esforçassem para encontrar espaços seguros e resistir a um longo bloqueio, enquanto os oficiais tentavam controlar a situação no último dia de aula.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

O governador Roy Cooper prometeu ver o que pode ser feito para evitar futuros ataques. “Os pais não devem ter que se preocupar com os alunos quando os mandam para a escola. E eu sei que essa violência tem que parar. Nos próximos dias vamos dar uma boa olhada em tudo isso para ver o que precisamos fazer daqui para frente”, afirmou.

(Com informações da Associated Press)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes