No início da semana, Sean Davis pediu ajuda a seus seguidores do Instagram para coletar presentes de Natal para crianças em Baltimore que haviam perdido os pais devido à violência armada. Na terça-feira (17), ele próprio foi vítima de violência armada. Segundo a polícia, Davis foi baleado na cabeça e no tronco do lado de fora de sua loja de automóveis no nordeste da cidade, no quarteirão 1100 da East 25th Street, pouco depois das 16 horas. Ele morreu mais tarde em um hospital.

Davis foi uma das dez pessoas baleadas em um período de 24 horas, começando na manhã de terça-feira em Baltimore; outros dois homens foram mortos, conforme as autoridades. A cidade está chegando ao fim de outro ano violento – o quinto consecutivo a superar 300 vítimas de homicídio.

Na manhã de quarta-feira (18), os membros da família de Davis se reuniram no local onde ele foi morto, derramando alvejante sobre manchas de sangue que ainda apareciam na rua enquanto os carros passavam. Flores brancas foram deixadas em sua loja Opus Auto, e caixas de brinquedos para a campanha que Davis iniciou estavam do lado de fora. Ainda havia fita adesiva da polícia pendurada na lateral de uma loja de pneus nas proximidades.

Arsenio Gomez, dono da loja de pneus, contou que seus funcionários ouviram quase seis tiros na tarde de terça-feira. Eles ligaram quando o tiroteio aconteceu e disseram que viram o corpo de Davis no chão.

Alguns quarteirões depois, outros empresários se recusaram a falar em detalhes sobre a morte de Davis, dizendo que ainda estavam de luto por sua morte, mas mencionaram como ele estava envolvido na comunidade.

Publicidade
CCA idiomas

Onda de tiroteios

A morte de Davis ocorreu durante um dia mortal em que dois outros homens foram mortos a tiros e sete outros ficaram feridos. Cerca de quatro horas antes, ao meio-dia, David Wilson foi baleado e morto no bairro de Oldtown, no centro de Baltimore. Wilson, 26 anos, foi encontrado ferido no quarteirão 900 da Ensor Street e depois morreu no hospital.

Às 15h18min, os policiais responderam ao relatório de um tiroteio no bloco 3200 da Southern Avenue, no bairro Waltherson, e encontrou Keontay Porter, 18 anos, que havia sido baleado no torso. Ele foi levado em estado crítico ao hospital, onde morreu.

Qualquer pessoa com informações sobre os casos é chamada a ligar para o telefone 410-396-2499 ou contatar a Metro Crime Stoppers em 1-866-7lockup.

 

(Com informações de Baltimore Sun)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes