Dois homens ficaram gravemente feridos após serem atacados por dois cães soltos em District Heights, Maryland, no sábado (12) de manhã. Segundo as autoridades, os buldogues americanos, mortos durante a ação policial, pertenciam a um morador do bairro.

Por volta das 11h15min, a polícia do Condado de Prince George respondeu a uma ligação, sobre o ataque no quarteirão 6600 da Hil Mar Drive. Quando os policiais chegaram ao local, viram os dois cães investindo contra um homem de 52 anos no meio da rua.

“Havia um cachorro de um lado e outro do lado em que ele tentava pular”, contou o vizinho Jermaine Epps, que testemunhou o ataque. “Eles o puxaram para baixo e o estavam comendo, mordendo seu pescoço, olhos, braços”, relatou sobre os momentos de horror.

Pouco antes, os mesmos cães atacaram um homem de 72 anos de idade. Segundo testemunhas, a vítima estava parada em um ponto de ônibus quando os animais apareceram e o arrastaram pela rua. O idoso sofreu ferimentos graves no rosto e nas mãos.

A segunda vítima estava andando na rua quando os dois cães soltos o atacaram. O homem tentou pular a cerca para escapar, bem como subir em um carro próximo, mas os cães o puxaram de volta. “Houve até um carro que bateu no cachorro. Ele se virou e continuou a fazer o que estava fazendo”, recorda Epps.

Publicidade
CCA idiomas

 

Intervenção

 

Os policiais usaram uma vara de cachorro para separar um dos cães do homem de 52 anos. O cachorro continuou se comportando irregularmente e se estrangulou no mastro, morrendo no local. O segundo cão entrou em um quintal próximo, mas voltou para atacar três policiais. Após duas tentativas de atacá-los, os oficiais balearam e mataram o animal.

Havia um terceiro cachorro do mesmo dono que também estava solto, mas não atacou ninguém. Esse cachorro era um pit bull, entregue ao serviço de controle de animais. Segundo as autoridades, os cães estavam no quintal cercado e o proprietário não percebeu que haviam escapado.

 

Segundo incidente

 

O incidente de sábado ocorreu na segunda vez que os bulldogs escaparam. Em agosto, eles já haviam sido levados sob custódia do Animal Control, por estar correndo na rua, e um dos cães mordeu um dos oficiais. Os animais foram devolvidos ao proprietário após a quarentena e a propriedade ser inspecionada.

É ilegal possuir pit bulls no Condado de Prince George. Por isso, o proprietário responderá a uma acusação que pode levar a até seis meses de prisão ou uma multa de até US$ 1 mil.

 

(Com informações de WUSA)

Publicidade
CCA idiomas