O governo dos Estados Unidos durante anos manteve sob sigilo os nomes de centenas de lares de idosos em todo o país onde inspetores encontraram sérios problemas contínuos de saúde, segurança ou sanitários. Agora, um relatório do Senado aponta que quase 400 instalações tiveram um “histórico persistente de cuidados precários”.

Os senadores divulgaram uma lista fornecida pelos Centros de Serviços Medicare e Medicaid, ou CMS, de casas de repouso com problemas documentados cujos nomes não foram divulgados publicamente pelo governo.

O CMS divulga publicamente nomes de um grupo menor de cerca de 80 casas de repouso que estão recebendo um exame especial para ajudá-las a resolver problemas documentados de qualidade. Elas estão no que é chamado de programa Special Focus Facility e, se não melhorarem, podem ser cortadas pelo Medicare e pelo Medicaid.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

Os cortes no orçamento parecem estar contribuindo para o problema, reduzindo o dinheiro disponível para as inspeções focadas que são necessárias para lares de idosos, de acordo com documentos e entrevistas.

Cerca de 1,3 milhão de americanos são residentes em casas de repouso, atendidos em mais de 15,7 mil instalações. O relatório dos senadores observou que as casas de repouso problemáticas representam cerca de 3% do total.

 

(Com informações da Associated Press)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas