O número de crianças e adolescentes que buscam refrigerantes dietéticos ou bebidas adoçadas de baixa caloria está aumentando, mas isso não significa que as cinturas estão diminuindo.

Um novo estudo publicado na revista Pediatric Obesity descobriu que jovens nos Estados Unidos que consumiam bebidas adoçadas com baixo teor calórico ou sem calorias consumiam cerca de 200 calorias extras por dia e mais calorias provenientes de açúcares adicionados, em comparação com aqueles que bebiam água.

“Então, 200 calorias é um pouco”, disse Allison Sylvetsky, professor assistente de ciências do exercício e nutrição na Escola de Saúde Pública do Instituto Milken da Universidade George Washington e principal autor do estudo. “É o equivalente a cerca de uma barra de chocolate, e isso é uma ingestão de calorias substancialmente maior”, compara.

O que foi mais surpreendente para os pesquisadores, no entanto, foi que o grupo que bebeu tanto bebidas adoçadas com zero ou baixo teor calórico quanto algumas bebidas açucaradas consumiram mais calorias em geral do que o grupo que bebeu apenas bebidas açucaradas.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

“Esse grupo foi realmente pior em termos de sua ingestão total de calorias e macronutrientes”, afirmou Sylvetsky, referenciando o estudo que analisou dados de 7.026 crianças e adolescentes inscritos no National Health and Nutrition Examination Survey.

“Portanto, só porque as bebidas dietéticas têm pouca ou nenhuma caloria em relação às bebidas adoçadas com açúcar não significa que elas sejam necessariamente úteis para reduzir a ingestão total de calorias e açúcar diariamente”, pondera.

A pesquisa sugere que os pais devem encorajar o consumo de água, água aromatizada ou água com um pouco de suco de fruta integral misturado.

 

(Com informações de WTop)

 

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes