O ex-congressista da Pensilvânia, Joe Sestak, tornou-se o mais recente democrata a participar da corrida presidencial. Almirante aposentado da Marinha, que se chama de “Almirante Joe” em seu site de campanha, se junta a um campo democrata lotado em busca da indicação para desafiar o presidente Donald Trump.

O lançamento da candidatura ocorreu na tarde desse domingo (23), em um museu de veteranos em Waterloo, Iowa. Em seu vídeo de campanha, Sestak critica o que ele chama de “a retirada da América do mundo” e diz que é preciso uma ação forte para lidar com as mudanças climáticas, a responsabilidade corporativa e a ameaça geopolítica da China.

“O presidente não é o problema; ele é o sintoma do problema que as pessoas veem em um sistema que não é justo e responsável”, afirma o candidato.

Publicidade

Sestak cumpriu dois mandatos na Câmara dos Representantes, depois desafiou os líderes partidários ao concorrer com o senador interino Arlen Specter na primária de 2010. Sestak venceu Specter, mas perdeu a eleição geral para o republicano Pat Toomey. Sestak buscou uma revanche contra Toomey em 2016, mas os democratas nacionais recrutaram um desafiante primário que o derrotou.

Ele contou que adiou sua entrada na corrida presidencial enquanto sua filha lutava contra o câncer cerebral, doença que enfrentou pela primeira vez aos quatro anos. “Ao longo do ano passado, Alex novamente mostrou que ela é mais forte do que eu, superando heroicamente as chances de um dígito mais uma vez, aproveitando a coragem de sua mãe”, destacou Sestak.

 

(Com informações da Associated Press)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes