Entre os 70 brasileiros deportados dos Estados Unidos que desembarcaram no aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada de sábado (26), a Polícia Federal prendeu um homem de 48 anos condenado por um homicídio na cidade mineira de Governador Valadares. A identidade do preso não foi divulgada. Os demais integrantes do grupo foram ouvidos pela PF e, em seguida, liberados.

Segundo a Polícia Federal, o nome do acusado constava na lista de Difusão Vermelha da Interpol e ele foi preso assim que desembarcou. A PF informou que ele cometeu um homicídio qualificado em novembro de 2000 e foi condenado a seis anos de reclusão pela 3ª Vara Criminal daquela cidade. Após a sentença, o criminoso fugiu para os Estados Unidos, onde, recentemente, teria tentado matar um casal de brasileiros na Flórida.

O grupo de brasileiros teria tentado entrar ilegalmente naquele país, apresentando-se a policiais de fronteira na esperança de responder ao processo administrativo de imigração em liberdade – modalidade denominada de “cai-cai”, na qual os imigrantes levam crianças e adolescentes com o objetivo de facilitar a entrada e permanência em território americano. Entre os deportados, havia um bebê de um ano de idade.

Publicidade

O voo foi fretado pela agência federal americana responsável por imigração e alfândega, a U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE). Um policial da agência e 20 seguranças acompanharam a viagem, que também contou com a presença de uma enfermeira.

 

(Com informações de Brazilian Times)

 

 

 

 

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes